Higiene & Cuidados 28 mai 2012

Termômetro de Ouvido e Multifunções – Incoterm

Quando precisamos usar termômetro pela primeira vez com Olívia, ela tinha perto de 1 ano e era uma loucura usar o termômetro digital normal! Era um berreiro fenomenal e por isso decidi comprar um termômetro auricular. Escolhi esse por ter várias recomendações. Inclusive, vários pediatras usavam esse termômetro na emergência quando precisamos ir até lá.

Pois bem. E aí que não me adaptei. Não sei se o problema sou eu ou se é o aparelho que é técnico demais pra mim!

 

Nas especificações existem milhões de benefícios como:

  • Termômetro multifunção, podendo ser usado como termômetro de testa
  • Termômetro auricular
  • Medidor de temperatura ambiente
  • Crônometro
  • Relógio/visor com data
  • Infravermelho, podendo medir até a temperatura da mamadeira
  • Mede a temperatura através de sensor infravermelho.
  • Precisão comprovada clinicamente.
  • Memória das 9 últimas medições.
  • Visor digital.
  • Design anatômico, leve e compacto.
  • Pode carregar na bolsa.

 

 

Mas acontece que eu simplesmente não consigo confiar nele. O que acontece é que eu sempre meço 2 vezes a febre – até mesmo com o simples digital – mas a variação de uma medição para outra é muito grande! Por exemplo, eu meço a febre da Olívia e dá 36,6 mas eu sinto que ela está mais quente que isso. Então eu meço novamente, LOGO EM SEGUIDA, e aí dá que ela está com 38,9! E aí? Como faz? Meço uma 3 vez seguida e está 37,5. Como posso confiar? Ela varia demais e eu não sei o porque.  Isso acontece medindo tanto na testa como no ouvido.

Para medir na testa, clica-se no botão vermelho escrito FOREHEAD que tem do lado do visor, coloca-se o sensor na têmpora da criança e desliza esse pela pele da criança até que o próprio termômetro emita um bip avisando que achou o “melhor local” para medir a febre. Então eu paro com o sensor ali e imediatamente o termometro, automaticamente, imite um novo beep avisando que a medição foi realizada. E aí pronto.  Está feito!

Para medir no ouvido, clica-se no botão EAR que fica na lateral do termometro, coloca o sensor no ouvido e “voilá”o termometro emite o som avisando que mediu a temperatura.

Pois é. Acontece que sempre dá essa variação. E aí eu não confio. E  aí meço tudo de novo, dessa vez com o bom e velho digital. E se tivesse o antigo de termômetro, mediria também! hehe

Preço médio: 139 reais

Conclusão: Sinceramente, não sei dizer se o termômetro é bom e eu estou fazendo mal uso dele, ou se ele realmente é assim. Se for, não gostei. Se for mal uso, gostaria muito de aprender, mas até hoje. nada! Recomendo o bom e velho digital, mesmo que isso significa escândalos!




5 Comentários

  1. Natália Castilho disse:

    Também comprei um de outra marca, mas o problema é o mesmíssimo!!!

  2. Eu tbm tenho a neura do termômetro e sempre vejo a temperatura umas 3 vezes pelo menos, hahahaha

    O que eu já confirmei é que esse de ouvido (o meu pelo menos) dá sempre um pouco menos que o tradicional =/

  3. Roberta Bido disse:

    Tenho um de outra marca,mas o problema é o mesmo, acabei encostando ele e voltei do digital… Não confio nesse modelo, da muito diferença…

  4. [...] bastante, até mesmo os termômetros que já foram resenhados aqui no blog (G-Tech, Incoterm e Exergen)  e acabei optando por outro, também da G-Tech, mas agora um de ouvido e [...]

Deixe seu comentário



© Vida Materna | 2011
Todos os direitos reservados

Powered by WordPress tema por xCake