Alimentação 5 mai 2011

Mamadeiras First Bottle e Fashion Bottle MAM

First Bottle

Mamadeiras First Bottle 260ml e 160ml

 

Ainda na gravidez, pesquisei bastante sobre mamadeiras anti-cólicas e anti-refluxo, sempre procurando produtos que fossem livre de bisfenol. Depois de ver muitas mamadeiras, acabei optando pela First Bottle da MAM e foi uma ótima escolha.

Além de linda, ela possui a base ventilada e juntamente com uma válvula, que permite a entrada de ar e evita a formação de vácuo (minimizando a incidência de cólicas). Tem bocal largo, que facilita bastante a limpeza, tampa anti-vazamento e é Bpa Free (não contém bisfenol A).

A mamadeira desmontada

A válvula branca de silicone e a base ventilada atuam em conjunto para uma reação rápida à demanda do bebê, equilibrando a pressão interna de forma constante à medida que o líquido sai. O ar que entra durante a amamentação não ocasiona bolhas no líquido e quando a mamadeira não está em uso, a válvula fecha a ventilação.

A Mel se adaptou super bem ao bico Silk Touch, que é ortodôntico e simétrico e tem uma textura mais macia do que a dos bicos de silicone usuais. Os bicos da MAM tem quatro opções de fluxo: lento, médio, rápido e super rápido (para líquidos engrossados).

Preço médio: R$40,00 (260ml) e R$34,00 (160ml)

***

Fashion Bottle

Fashion Bottle de 220ml

 

Quando precisei comprar mamadeiras novas para água e sucos, optei novamente pela MAM. Dessa vez comprei a Fashion Bottle, que é uma mamadeira mais simples, sem sistema anti-cólicas ou refluxo e já vem com o bico número 2, de fluxo médio.

Preço médio: R$25,00 (220ml)

Conclusão: Por termos nos adaptado tão bem com as mamadeiras da MAM, nunca pensei em trocar de marca ou modelo. Recomendo!!!

Update: Hoje em dia usamos a Fashion Bottle 330ml com bico fluxo X e gostamos muito. Principalmente a Melanie =)




Alimentação 2 abr 2011

Mamadeira Philips Avent – A Nova vs. A Velha

Não sei, mas tenho a impressão que as mamadeiras da Avent, da Philips, são meio que uma unanimidade. Talvez tenha sido coincidência, mas logo na época em que comecei a buscar marcas de mamadeiras para o Francisco, sempre via mães usando a tal Avent. Por isso nem me dei ao trabalho de pesquisar – fui logo escolhendo essa marca. Pior: comprando três mamadeira de uma vez.

Pois bem, me arrependi assim que comecei a usá-las. Vazam, como vazam! É uma coisa impressionante, não há jeito, força, reza que faça com que elas não vazem. Como achei que a coisa não poderia ser só comigo, que seria azar demais ter comprado três mamadeiras com defeito, resolvi pesquisar na internet opiniões de outras mães a respeito delas. Comentário geral? “VAZAM DEMAIS!”.

Como sou brasileira e não desisto nunca, continuei usando todas elas, mesmo com os vazamentos. Aí, dia desses, encontrei uma mãe dando a mesma mamadeira para seu bebê e logo falei: “ah, você também usa essa, é? não acha que vaza demais?” – e ela: “nossa, vazar? essa mamadeira não vaza por nada!”. Então começamos a conversar e analisar as mamadeiras (aparentemente iguais) para ver o que acontecia. E de fato a dela tinha um ítem que a minha não tinha: um anel azul, acoplado logo abaixo do bico, de borracha. Algo nunca visto antes por minha pessoa.

Achei que talvez eu tivesse perdido a tal peça, que talvez tivesse perdido as três peças das três mamadeiras – algo estranho, mas bem, poderia acontecer. Então fui a uma loja de produtos para bebês aqui em Curitiba em busca dela. E então a vendedora me explicou: a Avent que eu tinha era a velha, que não vem com essa peça e vaza sim senhor. A nova, lançada recentemente, não vaza mesmo. Acho que tantas reclamações na internet valeram – a empresa de fato mudou o produto.

Comprei então a Avent nova, para testar. Por fora a diferença entre as duas é muito pouco: a nova tem o plástico fosco, não brilhoso como o da velha (vide foto). Por dentro tem esse anel azul e só. A diferença mesmo apareceu quando a testei de fato: (muita emoção nessa hora) ela não vaza MESMO! Nem uma gotinha sequer.

A do lado esquerdo é a nova – a do lado direito, a velha. Percebem a diferença no plástico?

Essa é a mamadeira velha por dentro: não possui peça alguma além do bico.

Já essa abaixo é a mamadeira nova por dentro: esse círculo azul é o SANTO acessório que impede o vazamento. E mais: é ele também que, segundo li a respeito, controla o fluxo de líquido dentro da mamadeira, evitando a superalimentação (seja lá o que isso quer dizer), golfadas e cólicas.

Detalhe para o anel azul.

Mamadeira nova desmontada - o anel é removível.

De resto, a mamadeira Avent é sim muito boa. Tem um bico (abaixo) que se adapta bem aos lábios do bebê, fazendo a transição seio/mamadeira mais fácil. Além disso, ele possui quatro diferentes níveis de fluxo (e mais um de fluxo variável), indicados para desde recém-nascidos até para bebês maiores de 6 meses.

Existem três diferentes tamanhos de mamadeiras: 125, 260 e 330ml, e todas, inclusive as velhas, são livres de bisfenol-A.

Preço: No Brasil, as mais fáceis de encontrar são as de 125 e as de 260ml, e custam na faixa de 30 e 40 reais cada uma, respectivamente. Nos EUA, estranhamente, as duas têm o mesmo preço: 8 dólares, em média. A de 330ml sai na faixa de 13 dólares.

Conclusão: Passe longe da Avent velha, aquela que não possui o anel interno e que não sei se disse antes, VAZA DEMAIS. Já a nova, que possui o anel e tem aspecto fosco, é uma ótima compra!


por mãe do Francisco


Alimentação 12 mar 2011

Mamadeira (Alimentador) Haberman Medela

Essa foi a primeira mamadeira do Francisco. Comprei sob a recomendação de uma enfermeira especialista em amamentação, que me disse que ela era especialmente indicada para não provocar o desmame.

Foi essa a única mamadeira que usei com ele até que completasse 5 meses. Não quis oferecer outra antes desse tempo justamente para que ele não desmamasse. Ele gostava dela, mamava sem problemas. Só não era prático porque eu tinha apenas uma (é cara demais!) e ela não tem tampa, ou seja, não era muito higiênico levá-la na bolsa para cima e para baixo. Outro problema dela é que suporta apenas 150ml, e a partir de certa idade, qualquer bebê mama mais do que isso.

Então um dia, intrigada em saber se poderia já oferecer outras mamadeiras, se ainda corria o risco do desmame, resolvi pesquisar a respeito dela. Descobri então que essa mamadeira, segundo a própria Medela, não é indicada para não provocar o desmame, como a enfermeira havia me dito. Ela é indicada para bebês com problemas na sucção, como prematuros, bebês com síndromes ou com anomalias orais.

Seu diferencial é que é o alimentador quem controla o fluxo do leite, através de 3 linhas no bico da mamadeira. Uma dessas linhas deve ficar exatamente no centro da boca do bebê, conforme o fluxo que você desejar – se você deixa a menor, o fluxo é menor. Se você deixa a linha maior, naturalmente, o fluxo é maior. Além disso ela possui uma válvula que impede que o bebê se engasgue e também que haja turbulência de ar dentro dela, o que evita cólicas.

 

Vi também que Tracy Hogg, a famosa Encantadora de Bebês, a indica para casos de refluxo e para casos de bebês que não aceitam mamadeiras em geral. Mas não encontrei nada sobre ser indicada para evitar o desmame! No final das contas, confesso que fiquei um pouco com raiva por estar usando por todo esse tempo apenas uma mamadeira, que não era nada prática e que para o Francisco não fazia diferença alguma.

A verdade, na minha opinião, é que qualquer mamadeira provoca o desmame. É claro que cada caso é um caso, e existem sim mães que conseguem oferecer a mamadeira e amamentar por muito tempo, sem problemas. Com o Francisco não deu certo – ele de fato desmamou antes do que eu gostaria, mesmo usando a Haberman. Não sei se foi por culpa da mamadeira ou não, mas acredito que para amamentar com sucesso e durante muito tempo o segredo é evitá-la a todo custo, por qualquer que ela seja.

Preço médio: É cara demais no Brasil: 150 reais, em média. Nos EUA sai na faixa de 25 dólares.

Conclusão: Para bebês que de fato têm problemas com a sucção, é definitivamente a melhor que existe no mercado. Para o Francisco, que não tem nenhuma necessidade especial, acabou servindo como qualquer mamadeira serviria. Ou seja, não vale o investimento se seu filho não precisa dela.


por mãe do Francisco


Alimentação 4 fev 2011

Mamadeira de Polipropileno Dr. Brown’s

Essa mamadeira é a eleita da Olívia. Ela decidiu que só usa ela e não adianta oferecer outra. Desde que ela era recém nascida e precisava tomar complemento, era nessa mamadeira que eu dava. Escolhi essa mamadeira porque ela possui uma válvula e um porta-válvula que são anti-cólicas e anti-refluxo. Essa mamadeira realmente funciona! Olívia nunca teve cólicas e nem tem refluxo.
Aliás, quando eu amamentava a Olívia sempre se engasgava no peito e quando mamava nessa mamadeira, nunca se engasgava. Cheguei a perguntar para a pediatra dela porque ela se engasgava no peito e não na mamadeira e a resposta que obtive foi que a mamadeira por ser anti refluxo, diminui a incidência de engasgos! Achei isso uma maravilha!
Mamadeira desmontada

 

A mamadeira é meio fosca porque ela não é feita de policarbonato, e sim de polipropileno, um material seguro e livre de Bisfenol A que pode ser esterilizado tanto no microondas como com água fervente.
Mini Escova para lavar a válvula

Essa mamadeira possui vários tamanhos mas são todas iguais e todas vêm com uma mini escova de mamadeira para limpar a válvula por dentro. Eu tenho 4 no tamanho de 120 mls e 2 no tamanho de 240 mls, mas existe ainda o tamanho de 60 mls. Ela possui a versão de boca larga também.

A única coisa ruim é que com o tempo você pode se encher de ter que lavar tantas pecinhas cada vez que for lavar a mamadeira.
Preço médio: 30 reais as de propileno e 50 reais as de vidro
Conclusão: É excelente, principalmente para recém-nascidos! Recomendo!

Onde comprar: Aqui




Alimentação 4 fev 2011

Mamadeira Fisiológica Angular 250ml da Chicco

Clique na foto para aumentar
Essa mamadeira é diferente da maioria do mercado. Ela possui uma inclinação de 30 graus que permite que se alimente o bebê sempre na posição correta, diminuindo assim a incidência de cólicas, refluxo e dor de ouvido causadas por acúmulo de líquido no canal auditivo.
Clique na foto para aumentar
Detalhe da tampa salva gotas

 

A base é removível para facilitar a limpeza e a tampa dela tem um sistema salva gotas que nada mais é que uma proteçao ao redor de onde fica o bico, que evita vazamentos. A única coisa ruim é que por ser angular, é mais difícil na hora de encaixar a rosca superior onde vai o bico. Eu sempre tinha que tentar umas 3 ou 4 vezes!
Bico fisiológico que imita o seio da mãe
A minha veio com bico fisiológico (imita o mamilo dos seios) de silicone e toda a mamadeira é livre de bisfenol A.Preço médio: 70 reais

Conclusão: É muito boa, porém não é insubstituível! Minha filha nunca teve cólicas usando essa mamadeira, mas acho que você pode encontrar mamadeiras similares no mercado que cumprem os mesmos objetivos e que são mais baratas.
Onde comprar: Aqui




© Vida Materna | 2011
Todos os direitos reservados

Powered by WordPress tema por xCake