19 nov 2012

Sobre a retenção de líquidos na gravidez

Eu tive uma gestação super tranquila, com os sintomas e incômodos clássicos e comuns a praticamente todas as gestantes. Porém uma coisa realmente dificultou a minha vida durante os nove meses: a retenção de líquidos.

Desde sempre eu sofro com inchaço nas pernas, principalmente nos tornozelos e nos pés. No período pré-menstrual principalmente. Eu nunca dei muita bola pra isso e continuava com a alimentação e minha rotina normalmente. Mas assim que engravidei, esse problema tomou novas proporções e aí não tive mais como fugir. Tinha que me cuidar melhor.

Eu engravidei em novembro, então passei pelo primeiro trimestre em pleno verão e super inchada, diga-se de passagem. Como eu já tinha esses inchaços normalmente, para mim o problema apareceu (agravou-se, na verdade) logo no início da gestação e não somente no final, como é para a maioria das gestantes.

Mas, por que ocorre esse inchaço?

Existem mecanismos muito sofisticados para manter o equilíbrio dos líquidos no corpo. Pouco mais de dois terços dele é composto por água. Entretanto, todos os fluidos corporais, inclusive o sangue, são compartimentalizados de acordo com sua função.

Desequilíbrios nesses mecanismos, tais como variações de pressão sanguínea regional, quantidade de proteínas no sangue, quantidade de sais disponíveis no corpo, ação da força da gravidade, sedentarismo, entre outros fatores, podem favorecer o aparecimento do edema. 

Na gravidez

A retenção de liquido é comum durante a gestação, principalmente nos 3 últimos meses. Isto ocorre devido á água extra em todo o corpo e também por alterações bioquímicas e fisiológicas durante a gravidez . Neste momento ocorrem alterações hormonais como o aumento da prolactina, estrogênio, progesterona , aumento do volume plasmático aumentando a água corporal.

Sabemos que o excesso de peso, alimentação inadequada, cigarro e sedentarismo são alguns dos fatores decisivos para o aparecimento do edema.

Para ajudar a prevenir a retenção de liquido é importante:

1. Ter uma alimentação balanceada e rica em vitaminas e minerais.

2. Moderar o consumo de sal.

3. Beber no mínimo 2 litros de água por dia;

4. Evitar roupas e sapatos apertados, especialmente em dias muito quentes.

5. Praticar alguma atividade física.

Dicas nutricionais

– Diminua o consumo de café preto, chá, mate, guaraná, refrigerantes e chocolate. Esses alimentos á base de cafeína levam a desidratação, fazendo com que o corpo retenha mais líquido.

– Reduza a ingestão de sal, assim você poderá evitar os inchaços pela retenção de líquidos causada pelo sódio.

– Inclua de 4 a 5 porções por dia de vegetais verde-escuro em suas refeições. Esses contêm magnésio, clorofila e são ricas em antioxidantes, que facilitam a circulação sangüínea, além de serem diuréticas.

– Inclua alimentos diuréticos como: alface, tomate, pepino, cenoura, aipo, chuchu, aspargo, espinafre, couve, escarola, agrião, repolho, broto de feijão, berinjela, melancia, melão, manga, morango, abacaxi, pêssego, pêra, uva, limão, maracujá, mamão, maçã, e temperos como hortelã, erva doce, coentro e salsinha.

– Os chás também colaboram com o funcionamento dos rins, estimulando a eliminação dos líquidos acumulados no corpo. [ Vale lembrar que não é qualquer chá que pode ser ingerido durante a gestação, já que algumas ervas podem ter efeito abortivo. Converse com seu médico e veja quais são as opções de chás seguros. ]

– Use mais fibras em sua alimentação como farelo de trigo, linhaça triturada, aveia, grão de soja, etc. Estes alimentos previnem a prisão de ventre e redução a sensação de “estar estufada”.

– Opte pelos carboidratos complexos que regulam por mais tempo o açúcar no sangue e dão mais energia: maça, damasco, ameixa, banana, barra de cereal, granola, etc.

– Consuma peixes ricos em ácidos graxos Omega-3 como salmão sardinha, atum, truta, arenque. Os alimentos ricos em Omega –3 diminuem a retenção por serem ricos em minerais como selênio e potássio.

– Evite embutidos e processados, alimentos em conserva (azeitona, pepino, alcaparra), queijos amarelos, bacalhau, charque, carnes defumadas, temperos industrializados (ketchup, mostarda, shoyo, caldo knorr, sazon), patês comprados prontos, margarinas e manteiga com sal, bolachas de água e sal, frituras em geral, doces (chocolate, balas, etc) e refrigerantes.

Cuide-se

Caminhadas e hidroginástica podem ser boas aliadas para minimizar o inchaço e ainda ajudam no controle do ganho de peso durante a gestação.

Não fique muito tempo na mesma posição, principalmente se você trabalha sentada. Estabeleça um período de tempo para levantar e dar uma caminhada (nem que seja de um lado a outro do escritório) por alguns minutos.

– Evite salto alto e dê preferência a calçados e roupas mais leves.

– Ao final do dia ou quando for se deitar, mantenha as pernas mais elevadas com o uso de almofadas ou travesseiros. Aquele escalda pés com sal grosso e água quentinha também pode ser uma boa.

– A drenagem linfática também é um dos métodos mais indicados para amenizar o inchaço na gravidez, porém deve ser feita com cautela, por profissionais especializados e o mais importante: com o aval do seu obstetra. Não são todas as gestantes que podem fazer e nem em qualquer período da gestação. Normalmente é indicada após o terceiro mês e a região da barriga não deve ser massageada. Leia mais aqui.

O uso de meias de compressão também ajuda muito. Uma pena que eu aderi à elas somente no meio na minha gestação porque quando passei a usá-las, o inchaço diminuiu muito, principalmente nos pés e tornozelos. Existem modelos de suave e média compressão e devem ser usadas conforme orientação do seu obstetra.

– Existem cremes específicos para aliviar o inchaço das pernas e pés. Uma massagem sempre ajuda a relaxar também.

– Fique atenta se o inchaço for intenso e afetar, além das pernas e pés, as mãos, braços e rosto, o que pode ser indício de alguma outra condição como pressão alta ou diabetes gestacional.

O inchaço é um sintoma normal e comum da gestação e não é motivo para se preocupar. Cuide bem da sua alimentação e do seu corpo, dessa forma é possível minimizar os incômodos causados pela retenção de líquidos.

Fontes de pesquisa e informações: drauzio varellanutri efficiency, guia do bebê, crescer.

14 comentários no blog

  1. Camila em

    Eu também indico muito o uso das meias de compressão. Eu usei as de média compressão desde quando soube da gravidez, pois inicialmente meumaior temor nem era tanto o inchaço,mas sim o aparecimento de varizes e minha dedicação me recompensou pois além de praticamente não ter inchado eu não ganhei nenhum tipo de varize ou mesmo vasinho nas pernas, ou seja, gravidinhas vale super a pena ficar com as pernas parecendo de boneca de pano e passando muuuuito calor ( sim,elas esquentam muito ). E uma outra dica que não apareceu no post é fazer hidroterapia, ao contrário do que a maioria pensa não é o mesmo que hidroginástica, já que a a primeira além de ser feito por fisioterapeuta , é também individualizado, indo de acordo co. O ritmo de cada grávida,já que se trabalha muuuito a parte respiratória ( e não apenas a sua mas a do bebê também) fazendo com que a circulação sanguínea melhore muito ,e trabalha muito tbm a região do períneo ,fortalecendo a região inclusive para que a gestante aprenda a usar melhor os músculos dessa região facilitando o parto e o pós parto…enfim,minha fisioterapeuta acabou virando uma amiga e eu redomendo para todas as gestantes que for possível a hidroterapia.

    Responder
  2. Michelle Amorim em

    Oi Camila!

    Eu comecei a usar somente depois do sexto mês eu acho. Como queria ter começado a usar antes!!! Eu retenho muito líquido (imagina na gestação!) e as meias super ajudam.

    Obrigada pela fica da hidroterapia!

    Bjo

    Responder
  3. FRANCIELI em

    ADOREI!!!!!!!!
    ESTOU ME PREPARANDO PARA ENGRAVIDAR E
    TENHO APRENDIDO MUITO AQUI.
    PARABENSSSSSSSS

    Responder
  4. Valéria Almeida de Lira em

    Queridas, a causa principal da RETENÇÃO DE LIQUIDOS está na má alimentação, refrigerantes, fast foods, doces em demasia, café em demasia, frituras, falta de legumes, frutas… estou grávida de 04 meses, e estou me controlando ao maximo na minha alimentação, prefirindo tudo natural, grelhados, saladas, evitando principalmente massas e doces, nao emagrecí, claro, mas pelo menos nao estou engordando tres quilos por mês( como na minha primeira gravidez, em que diga-se de passagem …COMIA ATÉ PEDRA , se tivesse um gosto bom !!!!
    Determinar e avaliar o que vc vai comer, se perguntar, depois do prazer efemero de um DOCE, dE UMA LASANHA…vem o excesso de peso, a retenção de liquidos e a terrível PRESSAO ALTA, altamente nociva para uma gravidez.!!!!
    Boa sorte a todas !!!!
    e… muita determinação para dizer NÃO…OBRIGADA .
    Bjus….Valéria Lira .

    Responder
  5. samara em

    Meninas, adorei ler a matéria…mas, faço tudo certinho como diz q devemos fazer no post. Estou no quarto mês e só engordei 1,5 kg, o bebê vai bem, gestação super tranquila… mas esse inchaço me incomoda muito. Não timo refrigerantes, tenho uma dieta super regrada e pratico natação e pilates duas vezes na semana .. Vou apelar pra drenagem pra ver se diminui.. notei até q minhas celulites estão aparentes, coisa q nunca foram. Mass, ossos do ofício de mãe. Bjos e parabéns pelo blog

    Responder
  6. Elianny Alencar Alencar em

    adoreii

    Responder
  7. Gleide Ferreira em

    Me ajudou muito pois estou chegando no segundo mês e o que já era ruins passou a me preocupar…Vou me cuidar mais!!

    Responder
  8. Paula Dias em

    eu nao aguento mais meus peis estao parecendo uma bola ;;

    Responder
  9. Luiza em

    Obrigada pelas dicas, São todas excelentes !!!

    Responder
  10. Eliane em

    Tenho diabetes tipo 1 e estou de 34semanas…estou muito inchada..mas meus médicos dizem que precisa esperar mais um pouco para fazerem o parto….não aguento mais…inchei 8 quilos em 2dias mas a PA ta normal..bjux😘

    Responder
  11. Greice Kelly em

    Greive Kelly s silva. Auxiliar de serviços interno. São jose dos campos Estou com 28 semanas e mesmo me cuidando estou inchando por inteira e tendo picos hipertensivos 18/11 e quando vou ao hospital os médicos me mandam de volta pra casa. (O que devo fazer alguém pode me ajudar )

    Responder
  12. Mirian Martins Kuerten em

    Posso comer uva na gravidez?

    Responder
  13. Aniely Wendel Irmao Leandro em

    Pq que agente fica enchada na gravidez des dos três meses eu fico estou grávida do segundo filho e estou enchada de novo do meu primeiro filho eu fiquei agora do meu segundo tbem p que eu fasso pra não reter líquido

    Responder
  14. kamila em

    Boa tarde ! Estou no meu último mês de gestação eu to uma bola de inchaço , meus pés minhas pernas meu nariz então nem se fala !! e tomo MUITA água caminho porém disseram que como é último mês de gestação realmente não tem muito o que fazer, até porque meu inchaço só veio aparecer “mesmo” no meu último mês.

    Responder

Deixe seu comentário!