02 jul 2018

Resenha: conhecendo a Pantys, a calcinha absorvente!

Eu lembro como se fosse hoje do momento em que menstruei pela primeira vez, há apenas nove dias de completar 12 anos de idade. Eu era uma menina sem parança – como dizia minha avó – que adorava brincar de boneca, de mortos vivos e andar de patins. Nesse dia, como em todas as comemorações de Natal e Ano Novo, a casa dos meus avós estava cheia de crianças, tios e tias, logo todo mundo soube que “a Michelle tinha ficado mocinha!” vejam só! Tanto que meu pai saiu para comprar algo e quando retornou, ouviu gritos estridentes dos meus primos menores que diziam: “tio, tio, a Michelle ficou monstruada!”. Sim, monstruada, hahaha.

Desde então, muitos e muitos Modess passaram pela minha vida (quem lembra?), com aquela cobertura horrorosa e aquele algodão interno grosseiro que se unia no centro e deixava o sangue todo vazar pelas laterais. Gente, que sofrimento! Houve até mesmo um infeliz episódio com vazamentos na sexta série, em plena sala de aula – de onde eu não saí até que todos tivessem ido embora, para só então correr para casa com a minha jaqueta azul amarrada na cintura – e, claro, jurando de morte o tal de Modess, aquele desalmado.

Os absorventes externos evoluíram e deram uma melhorada, mas eu sempre tinha reações alérgicas, com todos eles. Testei marcas, modelos, tempos diferentes de uso e nada. Sempre aquela alergia incômoda. Só depois dos 30 anos “descobri” o absorvente interno e até que eu aprendesse a colocá-lo corretamente e encontrasse uma marca totalmente adaptável ao meu corpo, isto é, que tivesse uma cobertura que não me causasse alergia, demorou um bocado.

Mesmo relativamente adaptada ao absorvente interno, volta e meia as alergias teimavam em aparecer. Então tivemos um lançamento bem interessante: o copinho coletor! Todas as amigas, conhecidas e desconhecidas testando e aprovando o tal coletor menstrual, um verdadeiro alvoroço. Claro que eu não ia ficar de fora e corri para testar. Acontece que falhei no início já porque não consegui sequer colocar o copinho para dentro. Chamem de falta de jeito, de habilidade zero, mas eu tentei, gente, eu juro! Talvez eu pudesse ter tentado mais, mas desisti e voltei – triste – para o absorvente interno.

Eu já tinha ouvido falar da calcinha menstrual, então quando recebi esse kit com sutiã + calcinha da Pantys, fiquei bem empolgada para testar. Minha menstruação desceu em poucos dias e já comecei a usar minha Pantys.

Conforme a descrição no site, ela possui tecidos de secagem rápida, à prova d’água, respirável e anti-bactérias, que literalmente absorvem a menstruação, mesmo que pareça uma calcinha completamente normal.

Antes de falar da minha experiência com essa maravilhosidade, deixa eu contar sobre o meu fluxo para vocês: tenho um período menstrual de 5 a 6 dias, com fluxo intenso nos dias 2 e 3 e fluxo leve nos outros dias. Usei minha Pantys nos dias 2 e parte do dia 3 (fluxo intenso) e no dia 4 (fluxo leve) e olha, ela sambou na cara dos demais métodos eu que já havia usado e fez eu me apaixonar fácil, fácil.

No primeiro dia de uso – e segundo dia de menstruação – coloquei a calcinha depois do banho, um pouco antes de ir para a cama. Passei a noite toda tranquila e continuei com ela até a tarde do dia seguinte. Só aí que senti que deveria trocar. Ao meu ver, julgando por essa experiência de uso num dia de fluxo intenso, eu usaria numa boa uma Pantys durante o dia e outra durante a noite, até o dia seguinte. No intervalo de troca, lava-se uma enquanto usa-se a outra. Simples assim.

Dúvidas que eu tinha antes de usar:

“hum, será que vou ficar sequinha mesmo ou vou me incomodar com a umidade vinda do forro?”

A calcinha realmente mantém a gente sequinha, mais que um absorvente externo, por exemplo. Só quando descia aqueles pequenos coágulos ou um sangue mais mucoso, digamos assim, é que senti a necessidade de passar um lenço umedecido para tirá-los dali. (momento oversharing, mas necessário, então, continuemos…)  

“será que vai vazar?”

Acho muito difícil que ocorram vazamentos porque a calcinha é muito bem estruturada em termos de proporções, divisões, costuras, etc. Só se você esquecer dela ali e exagerar no tempo de uso – nesse caso pode ultrapassar a capacidade de absorção do forro.

“nossa, mas não vai ser nojento lavar depois do uso?”

Eu não tenho o menor problema com meus fluxos corporais muito menos com o sangue da minha própria menstruação, mas sei que existem pessoas que não gostam mesmo de lidar com sangue. Mas deixa eu contar pra vocês que lavar a calcinha depois de horas de uso foi tão mamão com açúcar que eu nem vi sangue sair dali. Fiz duas experiências: lavei uma vez na mão e outra na máquina, dentro do saquinho próprio para lavagem de peças delicadas. Ambas foram tranquilas e logo a Pantys estava cheirosa e limpinha secando no varal.

“quantas calcinhas seriam necessárias para darem conta de todo um ciclo menstrual?”

Para o meu ciclo, por exemplo, que dura em média de 5 a 6 dias – com um fluxo intenso por dois dias e no restante do período um fluxo leve – cheguei a conclusão de que com 3 Pantys eu ficaria tranquila entre as trocas e lavagens.

Sobre o top, não poderei testar a absorção porque não estou amamentando, mas ele é lindo e confortável. Esse”kit maternidade” é um presente super bacana para aquela amiga que vai ter bebê. Os modelos de calcinha indicados para fluxo intenso são recomendados para o pós parto também.

Meu resumo sobre a Pantys para vocês é:

Pensa num produto que te proporciona uma liberdade imensa, com uma calcinha que parece te abraçar durante a menstruação: confortável, leve, macia e muito segura. E esse modelo mais alto dá ainda aquela leve comprimida na barriga e ajuda a mantê-la mais quentinha, o que ajuda durante as cólicas também. Eu amei minha experiência com a calcinha menstrual e o fato de não ter nenhum “corpo estranho” entre o meu corpo e a calcinha (que afinal, já é algo que eu uso diariamente). Quero providenciar mais algumas para ontem :)

A minha veio no modelo Slim, tamanho M e ficou perfeita (eu uso número 40 para calças normalmente). Quero experimentar o modelo Hot Pant também, na cor nude que é linda!

Vale muito a pena o investimento, já que elas duram 2 anos em média se bem cuidadas. Fora a diminuição no impacto ambiental que os absorventes comuns produzem: eles equivalem a 220 metros em um aterro sanitáriousando Pantys, a gente deixa de consumir até 500 absorventes por ano!

Para saber mais a respeito da tecnologia Pantys, sobre modelos, tamanhos, cores disponíveis e tirar outras dúvidas, o site deles é bem bacana, confere lá:

www.pantys.com.br  /  instagram.com/pantys  /  facebook.com/coolabsorbingobvious

 

9 comentários no blog

  1. Telma Teixeira em

    Ai Mi, é boa mesmo??? Faz 3 meses que tirei o Diu Myrena e depois de 4 anos sem menstruar vou te falar que nao está sendo fácil! Rs Pensei em usar o coletor menstrual mas ouvi alguns relatos sobre a dificuldade em colocar o bendito entao fiquei com o pé atras. Agora com essa calcinha fiquei bem empolgada!

    Responder
    1. Michelle Amorim respondeu Telma Teixeira em

      Oi Telma! Ela é ótima sim! Pelo menos eu, to apaixonada! :D

      Responder
  2. ketlin em

    hum gostei…vou comprar pra experimentar kk

    Responder
  3. Silvana em

    Olá. Ela serve para usar depois do parto tbm?

    Responder
    1. Michelle Amorim respondeu Silvana em

      Oi Silvana! Sim! Eu acabei esquecendo de citar isso no post, vou até editar. Ela é indicada para pós parto também, é só escolher os modelos indicados para fluxo intenso. No site da Pantys tem a aba “maternidade”, dá uma olhada lá :)

      Responder
  4. Mônica em

    Nossa amei descobrir que existe um produto assim, já quero as minhas!

    Responder
  5. Thaís em

    Ela não deixa que manche a roupa?

    Responder
    1. Michelle Amorim respondeu Thaís em

      Oi Thaís! Eu não tive problemas com vazamentos usando a Pantys :)

      Responder
  6. Flávia Lima em

    Eu tenho dúvidas quanto aos odores…não fica aquele cheiro de sangue oxidado?

    Responder

Deixe seu comentário!