21 dez 2017

O novo playroom das crianças

Acho que da primeira vez que mexemos nesse ambiente, assim, pra valer, foi para que ele se tornasse apto para receber duas crianças de idades diferentes. Melanie com 4 anos e pouco e Leonardo com 1 ano de idade, na época. É um espaço que fica no ático e desde o início pensamos em aproveitá-lo para as crianças mesmo. Depois disso, fizemos apenas pequenas mudanças temporárias, já que cada festinha dos pequenos que eu fazia lá em cima, tinha uma configuração e necessidades diferentes.

Paramos por aí e o que era para ser uma brinquedoteca, um playroom, um espaço de brincar, foi virando uma espécie de depósito de bagunças com zero funcionalidade para as crianças brincarem. Então decidi que era hora de dar um trato nesse ambiente que eles amam tanto e hoje mostro pra vocês como ficou.

Ainda faltam algumas coisas, como um tapete em frente ao sofá, a mesa de centro que agora está em outro local da casa e que talvez vá pra lá, entre outras coisas. Mas, vocês sabem, decorar pode levar uma vida. Então bora viver com o que temos hoje e agora :)

Antes de mais nada, foram dias separando brinquedos quebrados e brinquedos para doação, o que rendeu muitas caixas e sacos enormes. Fiz uma pré seleção sozinha e ao final deixei que eles demonstrassem o que queriam doar mesmo. Acho muito importante essa prática juntamente com as crianças para desenvolver o desapego e para estimular a generosidade. 90% do que eu havia separado foi para doação. Fiquei bem contente com o resultado.

A sala ainda tem muito mais brinquedos do que eu gostaria. Especialmente do Leo, porque ele brinca muito por aqui. A maioria dos jogos fica aqui em baixo também, já que na maioria das vezes jogamos na mesa. No quarto de ambos tem alguns, geralmente aqueles preferidos. Acredito que quando eles estiverem um pouco mais velhos a gente consiga concentrar tudo num só lugar. Ou não! Vocês que têm filhos maiores, me contem se isso acontece!

Feita a organização dos brinquedos, decidimos o que ficaria no quarto deles e o que iria para o playroom. Minha ideia é ir trocando os brinquedos, para que haja uma rotatividade, um maior aproveitamento das coisas e diversidade de brincadeiras lá em cima.

O que mais colaborou para esse makeover acontecer foram os móveis da Mundo do Bebêque tem loja física aqui, inclusive, alô curitibanos! – e com isso pudemos dar um fim naquele monte de caixas organizadoras que viviam tampadas e cheias de brinquedos esquecidos. A Casinha Estante tem um visual bem lúdico e possui três gavetas organizadoras e móveis, ou seja, você deixa na posição que preferir. Esse furo central facilita para a criança saber de fato o que tem dentro, puxar a gaveta e até mesmo pegar os brinquedos por ali. Ela é feita em 100% MDF e tem as dimensões A 79,5 x L 103 x P 35,6. Colocamos duas, lado a lado, e preencheu certinho o espaço, acabando antes do nosso adesivo de árvore. Já a Caixa Casinha com alças e rodinhas é uma graça e bastante funcional. Pode abrigar quais brinquedos você quiser e muda de lugar facilmente.

No mais, o espaço tem de tudo um pouco: coisas novas, coisas que já tínhamos, coisas reaproveitadas (como os olhos dorminhocos da festa do pijama da Mel). Ah, e mantemos a nossa rede, claro!

ANTES (espaço pensado para o Leo que era bebê, na época – olha ele lá no meio <3)

DEPOIS (com mais carinha de brinquedoteca mesmo)

Colocar pequenas pecinhas ou coleções nesses saquinhos zip lock ajuda bastante e ocupa menos espaço nas gavetas.

Sonho com uma cozinha de madeira, mais artesanal e em cores variadas, que fuja dos tons de rosa. Por enquanto, permanecem essas que temos há muitos anos. Mel e Leo brincam muito de fazer comidinhas, lavar a louça e fazer compras.

Esse saco organizador dorminhoco e lindão é da Coelho na Lua.

Os prints foram comprados no Etsy (nessa loja aqui) e dizem algo como: “brinque o dia todo”, “acredite”, “imagine” e “desenhe fora das linhas”. As molduras comprei na Leroy Merlin.

Eles ficaram bem contentes com as mudanças e têm brincado muito mais lá em cima. Ainda pretendo diminuir a quantidade de brinquedos, por isso vamos doando aos poucos e sempre. E veremos até quando essa coisa arrumadinha e linda vai durar. Se duvidar, já está bagunçado, porque, né, crianças são crianças :)

Sobre a Mundo do Bebê

Além da praticidade da loja online, existem lojas físicas em algumas cidades do Brasil, inclusive em Curitiba (você pode conferir se existe uma na sua cidade clicando aqui).

A loja é uma graça e oferece móveis diferenciados, com design bacana e moderno, daquele jeitinho que a gente gosta. Os móveis tem cantos desquinados, o que é importantíssimo quando falamos de móveis infantis. São usadas tintas atóxicas e os móveis possuem dispositivos niveladores que ajudam a corrigir o desnível nos pisos.

Vale a visita para quem for de Curitiba! Anota aí: Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 1766 – Batel.

Para conhecer mais, acesse as redes sociais da marca: Instagram  /  Facebook

Se tiverem alguma dúvida ou pergunta, é só deixar nos comentários, tá bem?

4 comentários no blog

  1. Laís em

    Não costumo comentar aqui, mas acompanho o seu blog desde que a Mel era pequena e sou apaixonada por sua escrita. O playroom está lindo, parabéns! Minha dúvida é essa caixa organizadora em madeira, com as letras ABC. Que linda! Pode me dizer onde comprou ou se mandou fazer? Obrigada! :)

    Responder
    1. Michelle Amorim respondeu Laís em

      Oi Laís, tudo bem? Ela é da Mundo do Bebê também :) Coloquei os links ao longo do post e no final. Beijo e obrigada pelo carinho <3

      Responder
  2. Tatiana em

    Simplesmente amei!
    Ficou lindo e mega confortável!
    Conhecendo seu blog hj e estou entrando no time das mamães agora! Coração está a mil! Vou ficar grudadinha aqui pra não perder nadinha!
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal
    Instagram

    Responder
  3. Marcio em

    Minha Esposa amou este artigo. Agora fica me enchendo para fazer no quarto do meu filho kkkk
    Mas já está tudo no papel, amei a decoração dessas fotos.

    Responder

Deixe seu comentário!