28 jul 2014

Mudanças simples na rotina de sono diurno que fizeram a diferença

leonardo_blog vida materna

Desde que nasceu, Leo me surpreendeu bastante em relação ao sono. Não sei se isso se deve ao fato dele realmente dormir bem ou as minhas expectativas que eram muito menores – e mais realistas – desta vez. De qualquer forma, comparando com a qualidade de sono da Mel, com a mesma idade, ele dorme, sim, melhor. Contei sobre toda a rotina de sono dele – diurna e noturna – neste post aqui.

Porém, uma coisa vinha atrapalhando muito a nossa rotina, tanto a minha rotina diária de trabalho e de dona de casa quanto a própria rotina do Leo: o fato das sonecas diurnas dele serem curtinhas, coisa de meia hora no máximo.

O processo era sempre o mesmo: eu ficava atenta aos primeiros sinais de sono – especialmente quando chegava próximo dos horários onde ele normalmente dormia – e ia dando uma diminuída no ritmo e nas atividades. Pegava no colo, dava a chupeta e a mantinha e embalava um pouquinho, fazendo shhhh ou cantando. Às vezes Leo dormia super rápido, às vezes demorava mais. Colocava ele no berço (daqueles desmontáveis) que fica na sala e tentava fazer menos barulho e falar mais baixo.

Mas algo acontecia e Leo sempre despertava vinte, trinta minutos depois – não me dando tempo para fazer muita coisa, além de lavar uma louça ou separar as roupas e colocar na máquina. Quando eu conseguia me sentar aqui para escrever um post ou responder mensagens e e-mails, pronto, ele acordava.

Eu já estava desanimada e resignada que as sonecas diurnas do meu pequeno eram assim mesmo, curtinhas. Aí um belo dia veio aqui em casa o pessoal da empresa de alarmes e Alexandre precisava atendê-los no escritório porque iriam instalar programas e tal. Nesse momento eu estava com o Leo no colo para fazê-lo dormir e Alexandre me disse para levá-lo para o berço no quarto dele, porque se o colocasse ali na sala, ele acordaria num segundo por causa das conversas (homens geralmente não conseguem falar baixo).

Levei o pequeno lá para cima, fechei um pouco a persiana e o quarto ficou escurinho, mas sem ficar uma penumbra. Embalei por uns cinco minutos e ele se entregou ao sono. Coloquei no berço, ajeitei os cobertores e saí do quarto – já me preparando para dali meia hora ter que voltar para pegá-lo.

Desci e fui organizar a cozinha e lavar a louça. Esvaziei as lixeiras, dei uma varrida no chão, passei pano e fui catar as roupas e tranqueiras pela casa, para guardar. Subi, guardei tudo, arrumei as camas e já desci carregando os cestos de roupa suja do Leo e da Mel. Separei as roupas, coloquei a primeira leva na máquina e fui passar um café fresquinho.

Nisso o pessoal já tinha ido embora e Alexandre também já tinha ido trabalhar. Eu peguei minha xícara de café e vim para cá, para responder alguns e-mails e tentar terminar alguns dos vários textos que tenho no rascunho, escritos pela metade. Consegui responder vinte e quatro e-mails, revisar dois textos, postar um deles e fazer duas ligações. Aí percebi que horas eram.

Já fazia uma hora que Leonardo estava dormindo ?! Fiquei surpresa e uns cinco minutos olhando fixamente para a tela da babá eletrônica, para ver se ele estava respirando (hahahaha, sou dessas também, fiquem tranquilas). E sim, estava tudo bem. E ele no maior sono, tranquilo, sossegadão. Acordou depois de 1 hora e vinte minutos feliz da vida e descansado.

Foram mais alguns dias fazendo tudo igual para ter certeza: Leo dormia pouco nas sonecas diurnas porque o ambiente não colaborava. Luz do dia, barulhos da obra (sim, ainda temos obras do lado de fora), da tv, do rádio, da Mel, dos cachorros dos vizinhos, do caminhão do gás e por aí vai.

Vários bebês e crianças dormem bem em qualquer lugar e em qualquer ambiente, mas com o Leo isso não estava funcionando. Eu demorei a perceber e era uma coisa super simples. Eu apenas tinha que preparar melhor essa hora das sonecas, com um ambiente mais calmo, escurinho e aconchegante.

Sempre ouço todos os movimentos e murmuros dele pela babá eletrônica e muitas vezes ele abre os olhos, se mexe e até resmunga. Mas volta a dormir sozinho, sem que eu tenha que interferir e sem despertar de vez. Por quê? Porque o ambiente colabora para isso. Simples e bobo assim.

Para muita gente deve ser meio óbvio que se coloque o bebê para tirar as sonecas em seu quarto, mas para outras tantas – e eu, inclusive – teríamos que acostumá-los a dormir em “condições adversas”, digamos assim. E teríamos que ajudá-los a diferenciar o sono diurno do noturno.

O que continuo fazendo para diferenciar a hora de dormir pra valer e as sonecas? De dia o ritual de sono é muito simples e consiste apenas em retirá-lo da atividade que estiver fazendo e ir acalmando-o aos poucos. Deixo o quarto escurinho mas ainda assim conseguimos enxergar tudo lá dentro.

À noite é diferente. Tem essa mesma preocupação em retirá-lo das atividades e fazer essa transição para a hora de dormir mas então vem o banho, o difusor com os aromas que relaxam, o mamá e nesse momento sim, o quarto totalmente escuro.

Leo também diminuiu as sonecas de três para duas apenas. E em alguns dias ele tira apenas uma, mas não acho legal quando isso acontece porque ele fica irritado e impaciente. Num dia bom, ele dorme depois do almoço, lá por 13h30, por uma hora a uma hora e meia. E tira outra sonequinha lá pelas 18h, coisa de meia hora, antes do jantar. Quando acontece de atrasar essa primeira soneca, a última acaba não acontecendo e aí temos um bebê irritadinho em casa. Mas tem dias que a rotina sai do controle mesmo e não há o que fazer. Aliás, estou devendo esse post contando da minha rotina como mãe de dois, não é? Ele sai, prometo.

E por aí? Seus pequenos dormem bem, muito ou pouco de dia?

28 comentários no blog

  1. Camila em

    Gostei bastante do seu texto e espero que muuuitas possam ler, porque a gente quase é apedrejada quando pede silêncio para nossos bebês poderem dormir e muitas vezes essas pedras quem tacam são outras mães. Aí, a gente que se acha pequenininha vai lá e força uma barra para eles dormirem com luz acesa, tv ligada, falatório e afins… E aí, o óbvio eles não dormem, pelo menos a maioria, e a gente fica achando que nós é que não sabemos criar e ouvir ( EU JÀ TIVE QUE OUVIR)coisas do tipo: -mossa, ele é tão bichinho do mato neh!! Eu quase morri de raiva e repsondi serenamente ( sim sou dessas bem irônicas): Pois é, meu condomínio é tão maravilhoso , parece pousada de serra de tão silencioso e ai meus filhos não estão acostumados com essa insanidade sonoroa do mundo lá fora. Confesso que sei que nem de longe foi a melhor resposta, mas foi a melhor que me ocorreu na hora pra não ter que ser bem grossa… É isso, meus filhos dormem em torno de 2h 30 min a tarde com black out e luz azul e ar ligado, tudo bem gostosinho…e a noite dormem profundamente també, simples assim, e eu amo isso! Beijos Michelle, parabéns!

    Responder
    1. Mirela Costa respondeu Camila em

      Camila, quando a pessoa é mais próxima eu pergunto se ela sai por aí rindo e conversando com todos na rua, dando beijos e abraços… Não, né? Então pq a criança tem que ser assim? Ela tem a personalidade dela e devemos respeitar. Meu filho é super dado, vai com todo mundo. Já o primo é mais na dele, não gosta de muito contato com as pessoas. E qual o problema nisso? A gente escuta cada uma…

      Responder
      1. Camila respondeu Mirela Costa em

        Rsss, verdade Mirela, eu mesma sou assim, super seletiva com amizades e não saio tagarelando com qualquer um, meu marido é ainda mais e meus filhos claro, acabam entrando no ritmo, a caçula ainda é mais risonha, mas o meus mais velho é mega seletivo ( eu adooooro) pois não curto muito criança pulando de colo em colo não e eles colaboram com isso rsrs. E nenhum dos dois gostam de lugares barulhentos, aglomerados, é personalidade, hábito, ou sei lá o que, mas os respeito demais nisso e não me importo mais com os possíveis rótulos que possam ganhar, mas confesso que é chato ouvir e muitas vezes cantarolo galinha pintadinha pra desanuviar o stress…kkk Boa tarde.

        Responder
  2. Priscilla em

    Otimo comentario! Sempre achei isso necessario, trouxe de casa isso, minha mãe era assim, pedia silencio quando havia nenem dormindo..a luz era escura, e o ambiente tinha todo preparo!! Quando casei e tive minha filha, eu achava um absurdo alguns familiares falando alto, mechendo nela, pegando ela no colo, sabendo que ela tinha acabado de dormir! Então pra evitar, colocava ela no berço, e feichava a porta do quarto!fui criticada por isso, mais a leticia só conseguia dormir sem barulhos, a ate hj eu prezo isso, digo para diminuirem o tom de voz!! rs, mais eu cansava muito quando a leticia não dormia, o tempo de soninho era sagrado pra mim! rs

    Responder
  3. Mirela Costa em

    Eu era dessas que achava que criança tinha que dormir em qquer lugar até que uma amiga me perguntou: “Vc dorme em qquer lugar?” Não. Então, a criança é um ser humano como qquer outro e merece ser respeitada em várias situações e essa do sono tbm. Meus 2 filhos são diferentes nesse quesito. Eu criei a rotina de dormir no berço desde que nasceram. Coisa minha. Então tanto as sonecas do dia quanto o sono da noite são no quarto, no berço. Nunca gostei de brinquedo no berço, pq ali é lugar de dormir. Pode-se brincar na sala, na cadeirinha de descanso, no tatame no chão, no colo, mas berço é para dormir. E assim acostumei Heitor que adormece sozinho, sem ninar, sem chupeta. Depois do almoço, escovo os dentes dele, dou água e explico que é hora de descansar para ter mais energia para as brincadeiras da tarde. Descansar o pé, a mão, a cabecinha e por aí vai. O coloco no berço e ele pede a cobertinha, vira para o lado e vai. À noite temos o ritual com o banho, mamada e a mesma conversa. Ele dorme 2h durante a tarde e a noite toda. E barulho não é problema. Já a Bruna com 2 meses, ela tbm adormece no berço para as inúmeras sonecas de um bebê dessa idade e, à noite, com o mesmo ritual de banho, mamada e tal. Só que ela é mais sensível ao barulho. Então eu procuro deixar a casa mais silenciosa por causa dela, pq ela merece ter esse momento de descanso. Não escureço o quarto, mas diminuo os ruídos. E ela vai pelo mesmo caminho do irmão.

    Responder
    1. Raquel respondeu Mirela Costa em

      Olá! Adorei o post pois isso é bem o que está acontecendo com meu bebê, ele tem 2 meses. Fico preocupada q ele não esteja dormindo o suficiente e também com pena, pois as vezes ele chora muito por estar tão cansadinho… Mas ele tem dormido umas 4 sonecas diurnas e 30 min cada, quando ele acorda eu tento fazer ele voltar a dormir mas não adianta, ele já se agita. Já tentei deixar ele em vários lugares, minha cama, berço, carrinho, bebe conforto e as vezes até no colo o sono dele não passa de 30 min. Mas vou seguir tentando… Sorte que pelo menos a noite ele dorme bem, umas 6 horas direto, acorda, mama e dorme mais umas 2 horas. O lado bom disso é que estou aprendendo que da pra fazer muita coisa em 30 minutos! Beijos

      Responder
      1. Mirela Costa respondeu Raquel em

        Raquel, bebês novos são um enigma pra gente… E o que funciona para um, não funciona para o outro e por aí vai. Eu quis criar meu primeiro filho no berço e funcionou para mim, pq quando ele quer dormir, pede para ir para a cama e tudo se resolve. Como eu gostei da experiência, estou fazendo a mesma coisa com a segunda, que tem 2 meses. Não sei quantas sonecas ela tira por dia, nunca contei, mas consigo me virar bem. Eu a deixo muito no berço e ela adormece por lá. À noite, tenho colocado ela para dormir por volta das 21h e ela vai direto até às 5h. Essa noite dormiu até às 7h e eu nem acreditei. Pela manhã, mamou, troquei a fralda e deixei no berço para que eu pudesse tomar café. Ela ficou lá olhando o móbile, balbuciando qquer coisa. Como estava quietinha, pus roupa na máquina, me troquei, troquei o irmão e quando fui pegá-la para irmos brincar na pracinha, ela já estava dormindo de novo. Com o tempo o seu bebê entra no ritmo tbm. Boa sorte!

        Responder
        1. Raquel respondeu Mirela Costa em

          Obrigada Mirela! Realmente cada bebê é único e segue seu próprio ritmo. Eu estava seguindo demais os livros e esquecendo de seguir o meu bebê… Ontem alterei uma coisa na rotina, dei o banho no início da tarde e não a noite, por causa do frio, e a noite ele tirou uma soneca de 2 horas! Depois acordou, mamou e dormiu a noite toda,.. Realmente temos que ter paciência e ver o q funciona com nossos bebezinhos! Os livros são muito bons pra termos uma referência, mas não da pra se prender só a eles não. Beijos

          Responder
  4. Larissa em

    Olá Michelle! Meu bebê tem 4 meses e meio e tb só tira sonequinhas de meia hora 40 min no máximo mesmo no berço dele! Descobri essa semana que se ele dorme comigo por volta das 13h essa soneca ser prolonga por quase 2h… Por um lado eu acho ótimo mas por outro não posso fazer nada nesse tempo.

    Responder
  5. Tatiana em

    Recebo muitas críticas por pedir silêncio. Muito difícil a hora do sono da tarde… Amei a matéria é bem parecido com o que eu faço com minha bb que agora esta com 9 meses

    Responder
  6. Bruna Cardoso em

    Adorei o texto, e coincidência é o mesmo probleminha que ando enfrentando. Demorei pra entender, que cada um tem um ritmo. Minha primeira, a Carol, dorme a noite toda desde 1 mês e dormia em qualquer lugar, com qualquer barulho. Uma vez dormiu em uma cantina italiana com músicos passando na mesa tocando violino e acordeon!!! Já o João, não pega no sono fácil e precisa de menos estímulos, mais silêncio… E agora peço por favor, não façam barulho, quem acorda-lo, faz dormir novamente pra ver se é fácil! Rs!! Pra ver como cada ser é um desde sempre! Bjs!

    Responder
  7. Cristiane Sodre Barroso em

    Meu filhote tira longas sonecas, sempre no esquema penumbra, um dos motivos de mantê-lo em casa meio período é a qualidade da soneca, por que na escolinha são no máximo 40 min.

    Responder
  8. Thalita em

    A Nina dorme fácil fácil, mas isso chegou a mudar totalmente quando os dentinhos estavam nascendo. De um dia pro outro ela parou de tirar sonecas e quando dormia de noite… acordava o tempo todo. O incômodo dos dentinhos foram passando, mas deixar o ambiente mais calmo com certeza ajudou bastante! :) beijos

    Responder
  9. Elyana em

    Oi Michelle, o Leo dorme a noite inteira desde pequenino? O meu filho acorda duas ou tres vezes a noite e so dorme novamente com o peito, ele so mama leite materno sera que é por isso que acorda a noite? Como faz para o bebe dormir mais de 4 horas seguidas? Bjs

    Responder
    1. Mirela Costa respondeu Elyana em

      Elyana, cada bebê é único. Meu primeiro filho dormia cerca de 7 a 8h por noite aos 3 meses só com leite materno. Depois passou a acordar várias vezes e eu fiz vários testes até ver que não era fome. Foi um período difícil. Com um ano ele passou a dormir a noite toda. Agora estou com uma bebê de 2 meses e ela acorda uma vez para mamar desde que nasceu. Antes mamava por volta das 22h, depois às 3h e depois às 6h. Agora dorme lá pelas 21h e vai até às 5h, às vezes nem acorda. E ela só mama leite materno. Acredito que isso de acordar depende muito do bebê mesmo. E dormir a noite toda é menos comum do que as pessoas gostam de propagandear. A falta de dormir é complicada mesmo, mas no ritmo dele, ele vai dormir a noite toda. bjs…

      Responder
  10. Marla Peres em

    Durante o dia tira três sonecas: das 10 as 11:30, das 14 as 16, e as 20 hrs, mas acorda 15 minutos depois, e as vezes essa minissoneca não acontece. Mas Manu dorme a noite inteira desde os 2 meses, dorme as 23 e acorda as 7 ou 8 da manha, e nos dias de preguicinha chega a acordar 9:30 (como hoje). Dorme a soneca da manha e tarde na rede da sala com Tv ligada, barulho de carro e moto passando, e todo tipo de barulho, a rua é super barulhenta e o quarto abafado, então teve que costumar assim, ms nunca deu trabalho pra dormir (benzadeus). Ela tem 5 meses e meio e agr e ta começando com as frutinhas..

    Responder
  11. Juliana em

    Aqui aconteceu A MESMA COISA. por isso me indignei com a encantadora de bebês.. pq posso estar enganada, mas essa dica de não deixar o bebe dormir no berço durante o dia não é de lá? que o bebe iria confundir o dia com a noite e bla bla bla..

    Aqui foi isso. comprei um berço de viagem e coloquei no meio da sala. baita trambolho, diga-se de passagem. Mas lá ele nao relaxava.. ficava me procurando, me espiando e nao dormia, só dava uns cochilos. mas sempre notava que ainda estava cansado. mandei a teoria pro céu (pra nao falar palavrao ta?) e comecei a coloca-lo no berço (e deixo tudo escuro SIM).. até porque durante o dia é mais barulhento. a criança nao vai, de fato, achar que é noite. pq noite é noite. é bem mais escuro e bem mais silencioso. Enfim, agora ele sempre dorme BEM durante a tarde e consigo fazer tudo \o/

    Responder
  12. Michele em

    Uma das brigas que comprei aqui em casa foi a questão do Fernando dormir bem. Ele é supersensível a luz, a barulho. Meu filho não dorme no colo, no shopping então nem pensar!!!
    A nossa rotina de sair durante a noite foi praticamente eliminada. Festinhas de aniversário eram um problema pois lá pelas 22h o bebê estava inquieto, irritado.
    Mas o sono é algo libertador. Dá para ver a criança que dorme direito e a que não. Meu filho é um gigante, tem 98 cm com apenas dois anos!
    Ele nem dorme na nossa cama, prefere o quarto dele, sempre na penumbra. Muitos me criticavam aqui, como se eu o colocasse para dormir somente para ter mais tempo livre.
    Ele dorme uma soneca todo dia de duas, três horas. Depois ainda dorme de noite umas dez, dose horas seguidas. Eu também não o acordo, fico esperando ele acordar e dou um bom dia bem caloroso! A tarde, ele acorda e vai ver tv com a fraldinha na mão. Acho fofo!!!
    Criança tem que dormir bem, comer bem e brincar. O resto é o resto!!! Tem a vida inteira para compromissos, fazer social para os outros. Não consigo entender pois tem mães que levam os filhos pra lá e para cá como se fosse uma sacola e a criança dorme em qq lugar.Comigo não, me tornei mais caseira, procuro fazer coisas como limpeza da casa e saídas em horários estabelecidos para a casa ficar em silêncio para o nando dormir.

    Responder
  13. Maria Guadalupe em

    O Arthur, agora com 1 aninho, tira duas sonecas, uma de manhã e outra a tarde e a duração é de, pelo menos, 1h. Desde o começo busquei preparar o local pra ficar aconchegante e tranquilo e sempre deu certo. A noite, ele dorme bem, raramente acorda. Muito bom seu post sobre essa experiência, o sono e a alimentação saudável são aliados na formação das crianças. Parabéns!

    Responder
  14. Lana Ferreira Lino em

    Bom dia Michelle, me identifiquei completamente com o seu texto, tenho uma bebê de 9 meses a Geovana. E por incrível que pareça fazia a mesma que você, hora do cochilinho diurno colocava ela no colchão na sala e num passava 30 min ela já despertava. quando voltei a trabalhar e tive que colocar ela no berçário percebi q os cochilos aumentaram de meia hora para 1 hora e meia chegando até duas horas, mas pelo fato de ter um ambiente propício para a sonequinha. Hoje ela dorme cerca de 1 hora no período da manha e 2 horas no período da tarde sem atrapalhar o sono da noite.

    Responder
  15. Priscila Tomain Multini em

    Oi Camila, adorei ler que também tem um "bichinho do mato". Minha filha tem 1 ano e 3 meses e é bem bichinha do mato…não gosta de ir no colo de estranhos e não se abre pra qualquer um. Leva um tempo até ela pegar intimidade com alguém. Costumo responder que ela é desconfiada. E nunca forcei que ela fosse no colo de ninguém, nem dos avós. Acho que isso piora a situação, pois vai se sentir muito insegura. Acredito que dar tempo ao tempo é a melhor coisa. Adorei seu post. Bjs, Pri.

    Responder
  16. Valéria em

    Olá,minha bebê vai fazer 3 meses,e ainda está sendo uma briga para dormir bem à noite,pois fez daquela q alguns bebês fazem de dormir bem de dia e a noite não,no começo achei que iria enlouquecer,pois sou mãe de 1 viagem. Sem contar as cólicas,queria ficar só no colo,não dava nem p pensar em largar no berço,agora consegui acostuma-la um pouco a ficar no carrinho ou no bebê conforto com alguns brinquedos,você poderia me indicar algo q ela pudesse dormir à noite?Desde já obrigado pela atenção,gostei bastante do seu blog…

    Responder
  17. Bia Rocha em

    Esse texto me ajudou MUITOOOO! As sonecas do Daniel eram assim, que nem as do Leo. Segui o que vc fez e PIMBA! Um bebÊ que dorme bem mais durante o dia!! Amooo esse blog e recomendo pra todo mundo que tem filhos quando posso! Ah, e o que são essas bochechas rosadas do Leo??? Vontade de morderr!

    Responder
  18. Bia Rocha em

    Ah, o feed não tá funcionando… :( Faz um tempo que meu app não consegue baixar os posts…

    Responder
  19. Kétina em

    Esse post me ajudou bastante também com meu filho.

    Responder
  20. SELE em

    guriaaaa. vc falou minha vida!! kkkk
    meu filho tem 6 meses e vive esta exata situaçao, cada soneca no maximooo meia hora!! e tambem deixo na sala, bem claro, etc;;;; nao queria escurecer em razao das benditas dicas de nao parecer noite, mas agora que nada, vou tentar como voce!!! tomara q funcione, oba!!!

    Responder
  21. Leticia em

    Olá, muito legal o blog, descobri somente agora …. porém, minha filha (3m17d) já dorme no berço no quartinho dela, meio escurinho, tudo legal, mas ela dorme só 30, 40 minutos. Pouquíssimas as vezes que dormiu uma hora e nunca mais do que isso. Já tentei de tudo praticamente, mas tá difícil de ela passar desses 40min. Tens alguma dica pra mim?

    Responder
    1. Caroline respondeu Leticia em

      Oi Letícia. Sua filha melhorou as sonecas? Como você fez?

      Responder

Deixe seu comentário!