Modelos de cintas pós parto e qual delas escolher

Uma das coisas que sempre vemos nas listas de enxoval, especialmente nas listas do que a gestante deve levar para a maternidade, é a cinta pós parto. Nessa hora muitas dúvidas surgem, principalmente quanto ao modelo.

Primeiro é bom esclarecer que usar uma cinta não é uma obrigatoriedade e sim uma opção. Normalmente o próprio obstetra indica ou não seu uso. Alguns dizem que com a cinta nós tendemos a relaxar e deixamos a musculatura mais preguiçosa, afinal, a cinta está lá para garantir a sustentação. A maioria, porém, recomenda que se use a cinta, tanto para ajudar a musculatura a voltar ao normal quanto para dar aquela sensação de segurança que nós precisamos no pós parto. Afinal, de repente aquele barrigão pesado sai de cena e temos que nos acostumar novamente com nosso corpo.

Na minha experiência pós gravidez da Mel, eu gostei muito de usá-la. Me sentia mais segura (física e emocionalmente, falando aqui de auto estima, claro). Usei desde o primeiro dia, horas depois do parto, e por uns dois meses depois. Só tirava para dormir e para lavar, porque como é um item caro, geralmente compra-se somente uma.

Felizmente minha musculatura da barriga sempre foi muito boa e firme, por isso eu não saberia dizer o quanto o uso da cinta ajudou na recuperação pós parto, mas com toda certeza ela ajudou.

São inúmeros modelos a serem escolhidos e antes de escolher a sua, acho que é importante avaliar o modelo que você se sentiria bem, que se adaptaria melhor ao seu biotipo, ao seu corpo e ao que você espera do uso dessa cinta.

Abaixo, os modelos mais usados.

com busto

Nesse caso você pode aliar as duas coisas, cinta + sutiã para amamentação. Outro ponto positivo é que você não precisará se incomodar com a cinta descendo, enrolando ou saindo do lugar. Dependendo do modelo e do tempo de uso, isso acontece.

O ponto negativo, para mim, é o fato de não poder trocar somente o sutiã e ter que tirar a peça toda. Exemplo: o leite vazou (tipo, muito) e você precisa colocar outro sutiã. No caso desse modelo, você teria que tirar tudo. Por isso não foi o meu escolhido.

estilo calcinha

Eu não me adaptei a esse modelo porque me incomodava um pouco, provavelmente por eu ter as coxas mais grossas. Mas se você já usou cintas assim e se sente confortável, pode ser uma boa opção. É uma cinta pequena, dá sustentação para a barriga e é um modelo mais em conta.

cintura baixa e alta

Nesse caso específico de cintas pós parto, eu diria cintura alta, sem sombra de dúvidas.

com pernas

Acho que aqui entra o seu biotipo e depois, o clima da sua cidade.

Se você, como eu, tem as coxas mais grossas e quadril, talvez seja mais confortável um modelo que não aperte ou marque essa região. Nesse caso, um modelo com pernas ajuda bastante.

Se você, como eu, tem bastante retenção de líquidos e tende a ficar com as pernas inchadas e marcadas ao primeiro sinal de pressão, talvez seja mais confortável um modelo de pernas que vão abaixo dos joelhos.

Porém, se você mora numa cidade onde faz muito muito calor, talvez não aguente usar uma cinta com pernas.

com abertura ou sem

Eu já ouvi os dois lados da moeda. Gente que adorou a abertura frontal, pela praticidade, e gente que detestou por ter ficado incômodo ou machucando (especialmente as pessoas que passaram por uma cesariana).

O modelo que comprei é com abertura frontal de colchetes e em nenhum momento me incomodou. Pelo contrário, achei super prático e confortável.

Sem abertura ou com abertura – entre as pernas.

Independente do modelo escolhido, uma coisa é primordial: a abertura entre as pernas. Dessa forma você não precisa tirar a cinta a cada ida ao banheiro. E acreditem, nos primeiros dias (semanas) é bem complicado de colocar a cinta. Então, evite o trabalho desnecessário.

Existe a opção de abertura higiênica (em que a cinta tem um buraco entre as pernas) e a opção fechada com colchetes. Eu prefiro a abertura higiênica porque é mais prática.

Mas e a calcinha? Não vou ter que tirar a cinta de qualquer jeito para ir ao banheiro? Não se você usar a calcinha por cima da cinta.

Como escolher o tamanho da cinta?

O ideal é ir até uma loja especializada, dessa forma você conta com a ajuda das vendedoras para decidir qual tamanho e até mesmo qual modelo atenderá melhor às suas necessidades.

Eu não tinha ideia de qual tamanho de cinta comprar, então digo que essa ajuda foi essencial. Ainda tive o benefício de levar a minha para ajustar sem custo, caso fosse necessário depois de perder peso.

Dá para comprar pela internet? Claro! Mas mesmo que as lojas físicas da sua cidade não tenham exatamente a marca e modelo que você pretende comprar, vale dar uma passada por lá, somente para tirar essa dúvida do tamanho.

O modelo de cinta que escolhi

Pelos motivos que citei acima (coxas grossas + retenção de líquidos) eu escolhi o seguinte modelo: cintura alta, logo abaixo do busto, com pernas abaixo do joelho, abertura frontal com colchetes e fundo com abertura higiênica entre pernas (essa aqui). E para mim funcionou perfeitamente. Tanto que usarei a mesma cinta depois que o Leo nascer.

De marcas de cintas pós parto eu não posso falar muito, porque só conheço a fundo mesmo a Yoga, que é a marca da minha e de metade das pessoas que conheço. O preço é um pouco mais alto, mas a qualidade e durabilidade são excelentes. Recomendo muito e não, esse post não é um publieditorial. Recomendo porque as cintas são ótimas mesmo.

Comprei numa das lojas aqui de Curitiba, numa das galerias da Marechal Deodoro. No site dá pra ver todos os modelos e endereços de outras lojas.

E vocês? Usaram cinta pós parto? Qual modelo/marca recomendam?

* todas as fotos foram retiradas do site www.yogaonline.com.br


por mãe da Mel e do Leo


18 Comentários

  1. Flávia Rebelato disse:

    olá Mi, eu estou usando uma cinta do modelo calcinha, abaixo do busto, com colchetes e com abertura de colchetes entre as pernas.Adorei a abertura entre as pernas pois facilita ir ao banheiro, é só levantar e pronto. As vezes machuca um pouco nas costas, mas pra colocar após o parto normal foi excelente, eu mesma coloquei sozinha e rapidinho. Amigas dizem que pra cesária é bem doloroso mas a abertura lateral favorece o modelo.Seca rápido tb. Acho que essas com sutiã não são legais pois o leite vaza muito, no começo então todo dia tem que lavar o sutiã, mais de uma troca, impossível lavar a cinta todo dia. Com relaçao ao tamanho, comprei o tamanho que se usa com calça n 38, que eu uso, P, foi o que me indicaram e serviu. Adoro essa marca tb! Bjos

  2. Marjorie disse:

    A minha duvida quanto a sua escolha é se ela para, nao fica enrolando! eu tb uso as cintas da yoga, tive a infelicidade de comprar outras e n servirem pra nd, desde então todas as minhas são da yoga!

    • Oi Marjorie! Vc diz em cima, logo abaixo do busto?

      Qualquer um dos modelos que são assim na parte de cima podem enrolar um pouquinho, mas eles normalmente vem com uma alça tipo suspensório. Eu nunca usei, mas há que use direto.

      As cintas tendem a enrolar depois de um bom tempo de uso, quando vão sendo lavadas e vão ficando mais maleáveis.

  3. Daniele disse:

    Oi Michelle,eu estou em um grupo no facebook de mamães de janeiro,posso compartilhar sua matéria de cintas pós parto nesse grupo?

    Att

  4. Marina disse:

    Michelle,
    Sou fisioterapeuta e nao recomendo utilizar cinta por mais de quatro semanas. O ideal é o maximo de tres semanas. A musculatura fica ‘acostumada’ e fraca com o uso continuo podendo ate ocasionar uma lombalgia. Calcinhas altas para quem quer sensacao de seguranca sao indicadas. Exercicios de ativacao do musculo transverso podem ser feitos no pos parto. Isometricos do tipo ‘levar umbigo nas costas’ e soltar o ar ajudam muito a musculatura a voltar.
    Beijos

    • Oi Marina! Eu acho que nem foram três meses, mas usei por quase dois, se estou me lembrando bem.

      A Mel nasceu no dia 2 de agosto e aqui em Curitiba o frio/inverno é congelante (tipo, muito). Sei que usei a cinta com gosto quase uns dois meses mesmo porque ficava quentinho :) Pra mim não afetou em nada (falando agora da musculatura), mas isso foi o que deu certo para mim, claro.

      Bjo

  5. Cinthia disse:

    Oi Michelle, eu optei pelo mesmo tipo que a tua. Só que a minha é da Adunare, loja ali no shopping Itália e que tb vende Yoga. Antes de usar fiquei receosa de não dar certo, mas amei, recomendo muito esta com pernas!

  6. Juliana disse:

    Eu saí do hospital com uma calcinha de cintura alta. E posso dizer que foi otimo ter comprado uma. A sensação da barriga caindo é terrivel, ainda mais na primeira gestação pois nao se tem ideia do estado que fica a barriguinha. Mas sinceramente depois de uns 20 dias nao aguentava mais usar e simplesmente larguei fora.
    Mas de qualquer forma acho otimo comprar. Dá uma sensaçao de segurança e nao se sentimos tão feia. :)
    Beijos!

  7. talytta disse:

    Oi meninas eu usei cinta 6meses ate dormia com ela….mas o que acontece meu musculo estava rompido e o medico disse que iria voltar fazendo cirugia!!!! Tudo bem chorei um dia só mas ja estou conformada….estou gravida pela Segunda vez e pretendo cololar tudo no luga em breve…mas a cinta ajuda muito e é bom nao abrir mão dela.

  8. Monica Lange disse:

    Meninas! sou representante comercial da Madah Modeladores, tenho tudo o que vcs possam imaginar em termos de cintas, modeladores, faixas abdominais, sutiens… especialmente indicados para gestação e pós parto.
    Pretinho, branco, nude… e são bonitos! nada de ficar com cara de tiazinha operada… rss… estou em são paulo, mas tenho como mandar para outras regioes… vou até ver com a Mi se posso expor algumas fotinhas… se alguem já se interessar pode me contactar 11 – 97672-1949. beijinho, Mônica Lange

  9. Monica Lange disse:

    ah! podem me mandar msg por email tb:
    contato@monicalange.com.br
    beijo beijo

  10. Regiana disse:

    Valeu pelas dicas, gostei do site, estava em dúvida qual cinta comprar, acabei de ganhar meu bebe, de cesárea, e a cinta ajuda, amanha mesmo vou ver uma nova pois a que estou usando ja esta larguinha, e quero ver uma boa.

  11. viviane disse:

    Meu bebê esta com nove meses ainda adianta eu usar cinta pois minha barriga ainda esta um pouco grande.

  12. Carla Azevedo disse:

    Oi, gostaria de saber onde posso encontrar essa cinta cintura baixa.

  13. Ana Caroline disse:

    Eu usei e super recomendo os modeladores da marca Yoga, eles tem toda eficácia comprovada com testes, e funciona mesmo, meu corpo ficou muito lindo, adorei! Comprei a minha em um site especializado http://www.yogacommerce.com.br , vale a pena dar uma conferida.

Deixe seu comentário



© Vida Materna | 2011
Todos os direitos reservados

Powered by WordPress tema por xCake