Categories: Dicas de Compras/ Diversos

Grade de Segurança Care Gate Cosco

DSC_0474

Quando a gente morava lá na casa de trás, que era bem pequena e sem maiores riscos para um bebê, apenas um portãozinho já era o suficiente para manter a Mel longe da cozinha – enquanto eu estava cozinhando ou limpando – e, mais tarde, impedida de sair porta afora. O portão em questão era daqueles tubulares, os clássicos, de levantar para abrir. E sempre atendeu as nossas necessidades muito bem.

Agora que moramos em uma casa maior, com escadas e temos um bebê de 1 ano, andante e arteiro que só, tivemos que ir atrás de outros portões ou grades de proteção, especialmente para limitar o acesso do pequeno à cozinha, à área de serviço (onde ficam também a ração e água da Boo e sua caixinha de areia) e principalmente, às escadas. O portão antigo foi instalado na área de serviço a toque de caixa, já que Leo insistia em querer brincar com a ração e a água da Boo.

Eu estava numa correria louca pelo aniversário do Leo e alguns trabalhos em atraso, então Alexandre ficou responsável por pesquisar sobre isso. Me mostrou alguns links e depois de analisarmos juntos, decidimos comprar duas dessas grades de segurança da Cosco. Mas um detalhe importantíssimo nos passou desapercebido antes de comprar (né, amor? …): que se tratava de uma grade de proteção e NÃO um portão, como a gente já tinha e estava acostumado. Sim, compramos pensando que era um portão.

As caixas chegaram enquanto eu estava fora e Alexandre foi correndo instalar. Quando olhei de longe achei super clean e bonito, além de parecer muito prático. Cheguei perto e tentei “correr” uma das partes para abrir, pensando que funcionava assim, sabem? Aí o moço fez a revelação de que não leu direito e era grade, não portão…

Agora que vocês já sabem da história, deixa eu continuar a resenha.

DSC_0475_2

A grade de segurança tem uma estrutura plástica bem resistente e funciona com fechamento sob pressão. Tem largura ajustável que vai de 66 cm a 1,07 cm e é regulada através de dois botões que quando girados, liberam uma das partes para que fique maior ou menor. É bem leve, pesa cerca de 3kg.

Para fixar a grade – seja entre paredes, pilares, etc – não é necessário nenhum parafuso ou furo na parede. Basta regular o tamanho correto e ele fixa com a pressão das travas laterais, que é acionada por uma alavanca cinza, que fica bem ali em cima.

DSC_0478

O que a gente achou da grade na prática?

A princípio estranhamos o fato de ter que retirar a grade inteira do lugar a cada vez que quiséssemos passar, então aderimos à modalidade esportiva “pulando a grade” o dia todo. Ginástica para toda a família (mentira que o Leo não pula e Mel o faz com a nossa ajuda).

Depois desse hábito pula pula que teve que ser criado, passamos a gostar do fato de poder simplesmente trocar a grade de lugar (bastava regular o tamanho) ou guardá-la, sempre depois que Leo ia dormir. As paredes continuavam intactas e a gente tinha a opção de revezar os locais que queríamos limitar o acesso.

DSC_0495

Uma das grades usamos para impedir o acesso à cozinha, no início. Agora ela fica na porta que sai para a churrasqueira e assim Leo e Mel podem perambular a vontade por ali. A outra, que era para a escada, fica de backup para o escritório, porque Leo é fascinado por cabos e fios. Assim posso deixar a porta aberta e pular para lá e para cá, rs. (a escada é maior que a abertura máxima da grade e ainda não encontramos nenhuma que possa ser instalada ali. só mandando fazer sob medida. por isso, deixamos um pufe grande antes dela, assim Leo não consegue passar).

Já aconteceu de perder a regulagem correta (acredito que a grade corra um pouquinho no colocar e retirar diário) e de repente um dos dois pequenos derrubava ou ia para o chão junto com a grade, mas ninguém se machucou, ufa! Por isso é bacana sempre se certificar de que está no tamanho certo e bem firme. Fora isso, não tivemos nenhum problema.

Preço médio: R$119,00 (foi o preço que pagamos em promoção, no site do Walmart)

Conclusão: Mesmo tendo comprado a grade pensando que se tratava de um portão, acabamos gostando e achando prático esse sistema, mesmo sem a opção de abrir e fechar. É bem resistente e ao mesmo tempo leve. Atende muito bem o propósito a que se destina, você apenas deve ter a certeza de que a deixou no tamanho certo para que fique bem firme no local. Ah, e de quebra vocês vão alongar as pernas o dia todo, se optarem pela modalidade pula pula, como nós. :)

comentários via facebook

5 comments

  1. Igualzinho aqui em casa. Nós compramos (mas sabíamos que era por pressão) e gostei demais. O fato de não usar nada de parafuso é ótimo e inclusive estou pensando em levá-lo pra praia no apto da minha mãe, mais uma vantagem!

    Ah, a modalidade pula pula está a todo vapor aqui também!

  2. Gostei muito do post. Estava pensando em comprar e, como sempre faço, procurei por opiniões e cheguei no seu post. Confesso que se eu comprar também compraria sem pensar no portão. Agora sabendo, consultei a patroa e ela concordou.

    Precisamos de 2, mas vou comprar 1 primeiro para ver se gostamos. Me preocupou o fato que vc disse que com o tempo pode correr e cair com o pequeno.

    Mais uma vez, obrigado em compartilhar suas impressões. Foram úteis!

  3. Boa tarde, me chamo Andréia e gostaria de saber como faço para comprar este portão quero 02 no momento. Por favor entrem em contato comigo estou muito interessada em adquirir este produto.

deixe seu comentário!