24 mar 2012

Dicas para dormir bem à noite

 

Somente as mães conhecem a importância de poucas horas de sono bem dormidas, especialmente com recém-nascidos ou mais de um filho em casa. Quando meu filho nasceu, eu tive grande dificuldade para dormir porque demoro para pegar no sono, o que me roubava minutos preciosos toda vez. Eu não sou médica nem cientista, mas aprendi na prática como aproveitar melhor o meu tempo disponível para descansar e compartilho aqui algumas técnicas com vocês.

A noite tem três partes

E todas elas devem ser levadas em conta ao se pensar em uma boa noite de sono. Para mim, toda a rotina antes de dormir é importante. Essa é a primeira parte – a do adormecer. A segunda parte é o sono propriamente dito. E a terceira é a hora de acordar – que, para mim, é a mais importante das três. Pense nessas três partes e no que você pode fazer para melhorá-las. Será que um adormecer mais tranquilo não cairia bem? O que pode melhorar o sono noturno? E o despertar?

Jante cedo, mas não vá para a cama sem comer algo

Nada de jantares pesadões, como batata assada com carne de porco, e jante pelo menos três horas antes de ir dormir. Se você deixar para o seu organismo fazer a digestão quando você está dormindo, você não conseguirá descansar direito, mesmo que durma. Dormir com fome, no entanto, tem a mesma reação, então habitue-se a comer uma pequena ceia antes de ir para a cama. Eu sugiro uma xícara de chá e uma fruta leve, como uma pera ou maçã.

Não beba

Sim, muitas vezes tomamos um cálice de vinho no jantar ou saímos com alguma amiga para tomar um drink, mas evite tudo isso o quanto puder. Além de tudo, você acordará menos disposta do que poderia. Para quê?

Distraia-se antes de dormir, mas evite os eletrônicos

Isso significa não checar e-mails ou ver televisão cerca de uma hora antes de ir para a cama. Tome um banho, leia um livro, medite, olhe pela janela, ouça música, enfim, o que quiser para te tirar um pouco da loucura do dia-a-dia e te relaxar. Você precisa disso. Se eu checo meus e-mails pouco antes de ir dormir, fico extremamente agitada e é dificílimo me desligar para conseguir pegar no sono. Portanto, estabeleço um limite para o computador (trabalho com internet). Tento fazer tudo o que preciso no tempo que estabeleci e, quando dá o horário, eu simplesmente paro tudo e vou descansar. minha saúde é tão prioridade como todo o resto (se não mais!).

O sono é cumulativo

Você já deve ter percebido isso. E, com filhos, dificilmente você conseguirá dormir até tarde em um dia comum. Portanto, seu sono precisa ter qualidade. Faça o possível para descansar até se sentir bem, para só então pensar em alguma extravagância.

Exercício físico ajuda

Depois que voltei a caminhar todas as manhãs, meu sono melhorou demais todas as noites. Sabe quando seus filhos brincam muito o dia inteiro e depois capotam na cama? Mesma coisa. Além de todos os benefícios para a saúde que sabemos que a prática traz.

Evite cafeína, chá e chocolate

Especialmente à noite. Se não puder evitar, consuma esses estimulantes somente pela manhã.

Tome um banho antes de dormir

Ele pode fazer parte do seu “ritual noturno de relaxamento”. Não precisa ser um banho longo – apenas morno e relaxante. Aproveite os poucos minutos para si mesma para pensar na vida. O banho morno também prepara o seu corpo para o sono. Facilite a coisa toda comprando itens relaxantes como velas aromáticas, esfoliantes corporais e hidratantes cheirosos.

Rotina é essencial

Mantenha um horário para dormir e acordar todos os dias, mesmo aos finais de semana. Isso manterá seu organismo acostumado com o horário, evitando desordens e cansaços aparentemente sem motivo. Você já dormiu muito e acordou se sentindo mal? É por isso. Quando você dorme e acorda todos os dias na mesma hora, em pouco tempo sequer precisará de despertador.

Coloque seus filhos para dormir mais cedo

Existem centenas de estudos comprovando que as crianças ficam irritadas no dia-a-dia porque estão dormindo pouco. Até os cinco anos de idade, as crianças podem ir para a cama por volta das 19h, para repôr as energias de um sono agitado. 20h é um horário tolerável, mas depois das 22h, com certeza não!

Beba água

Há algum tempo, li uma reportagem que dizia que a irritação que sentimos no dia-a-dia pode ter mais a ver com desidratação que com estresse. Portanto, beba água quando acordar e durante o dia inteiro. E não adianta tomar dois litros de uma vez – o negócio é ir mantendo seu corpo hidratado aos pouquinhos. Leve uma garrafinha para lá e para cá com você.

Tire toda forma de luz e eletricidade do seu quarto

Sabe o stand-by da televisão? Acabe com isso. Aliás, tire a tv do quarto. Deixe só um abajour. Para as janelas, providencie cortinas com black-out, que barram toda luz, inclusive durante o dia. Isso pode facilitar muito a sua vida se você tem um recém-nascido e está se recuperando das noites mal-dormidas.

Algumas de vocês podem postar nos comentários que eu não escrevi que “dormir oito horas por noite” é essencial. Posso ver a mãe de um recém-nascido que não dorme nem três horas seguidas dando gargalhadas de desespero nesse momento! As necessidades de sono das pessoas são diferentes. Tem gente que dorme quatro horas todas as noites e fica bem, assim como outras precisam de 10 horas de sono. Se você tem um recém-nascido em casa, precisa dormir quando ele for dormir. Com filhos mais velhos, aproveite as duas horas seguintes ao sono deles para colocar a casa em ordem, descanse e depois vá dormir. Não fique acordada até tarde quando deveria estar dormindo. Acho que essa é a principal dica.

Só com o sono em ordem conseguimos ter pique para todas as tarefas do dia-a-dia. Se você é mãe de um recém-nascido, esqueça tudo o que não envolva os cuidados com ele e com você (a louça pode esperar – o seu sono, não) e procure ficar o melhor possível. Boa sorte.

por Thais Godinho, do blog Vida Organizada

3 comentários no blog

  1. Camila em

    Eu demoro séculos para pegar no sono e é tudo minha culpa! Meu marido, por exemplo, não consome cafeína depois das 18 horas e não assiste nada muito estimulante perto da hora de dormir! Eu já sou diferente nisso!
    Andamos sofrendo com Olívia que só quer dormir as 22 horas! Antes de eu voltar a trabalhar ela dormir as 20 horas, mas agora se recusa!
    Vou tentar cumprir algumas dessas tarefas pra ver se melhoro a qualidade do meu sono!

    Responder
  2. Michelle Amorim em

    Lendo seu texto, vi que o principal no meu caso são os fatores “eletrônicos antes de dormir” e “não ficar acordada até tarde quando deveria estar dormindo”.

    Eu sempre checo e-mails e tudo mais antes de dormir, às vezes até estando na cama já, pelo celular! E sempre vou dormir muito tarde, porque é depois que coloco a Mel na cama que consigo colocar a casa em ordem, tomar meu banho, jantar, ficar um pouco com o marido e depois voltar para o notebook para trabalhar mais um pouco.

    Quanto à cafeína, eu diminuí muito o consumo durante o dia e também não tomo mais café depois das 17:30. Isso melhorou muito o meu adormecer, é muito mais rápido agora. Porém, antes eu conseguia ficar acordada trabalhando até 2 ou 3 da manhã e agora, às 23 horas já estou caindo de sono.

    Adorei as dicas e preciso tbm voltar a tomar mais água!

    Responder

Deixe seu comentário!