Categories: Diários de Viagem/ Estilo de Vida

Diário de viagem: Gramado & Canela – planejamento e um pouco das cidades

DSC_0159

Não consigo me lembrar ao certo de quando nasceu em mim a vontade de conhecer Gramado, mas sei que ela existia há muitos e muitos anos. Talvez por isso, essa viagem, em especial, tenha sido tão esperada, planejada e festejada por mim. Foi uma daquelas viagens que você torce para não acabar nunca, que sente saudades todos os dias depois que retorna para casa e que com certeza pretende repetir um dia.

Gramado é toda linda e charmosa, tem uma atmosfera diferente. Realmente parece um pedacinho da Europa. Eu, como boa amante de cafés, chás da tarde, chocolate, bolinhos, comilanças e lugares aconchegantes, me senti no paraíso.

Visitamos muitos lugares diferentes e fiz muitas fotos (caso contrário, não seria eu) então, achei melhor dividir esse diário de viagem em vários posts. Assim fica mais fácil também para quem procura por alguma informação específica, sabem? Espero que vocês gostem e revivam junto comigo essa viagem que ficou num cantinho especial do meu coração.

IMG_6677

Planejando a viagem

Gramado é um município do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil. Localiza-se na Serra Gaúcha, mais precisamente na Região das Hortênsias. Sua população estimada em 2013 foi de cerca de 34 mil habitantes. Sua demografia é etnicamente variada, com forte influência alemã e italiana, o que se reflete especialmente na culinária e na arquitetura urbana e rural. (mais informações técnicas aqui)

A distância entre Gramado e Curitiba é de cerca de 626km, via estradas. Existem várias opções de como chegar até lá, dependendo, claro, do seu destino de origem. Você pode ir até Porto Alegre de avião e no próprio aeroporto alugar um carro – o que irá garantir a sua locomoção sem depender de táxis, por exemplo – pegar um ônibus ou ainda contratar um serviço de translado (que pode ser oferecido pelo próprio hotel). Nós fomos de carro, pela BR101. Para quem vai de ônibus, aqui tem muitas informações.

Como já contei para vocês em outros posts, nós gostamos de viajar de carro. Curtimos pegar a estrada (desde que ela seja boa e segura) e já estamos acostumados com essa rotina. A viagem para Gramado foi a mais longa que já fizemos com as crianças, até hoje. A ida levou cerca de nove horas, com duas paradas. Só para vocês terem uma ideia.

Sobre a melhor época do ano para visitar a serra gaúcha, dizem ser fora das altas temporadas e principalmente de épocas festivas como Natal, Ano Novo e Páscoa. São nessas épocas que a cidade fica mais lotada, onde os turistas se aglomeram pelas ruas, fica difícil estacionar e os restaurantes ficam cheios também. Contudo, Gramado recebe mais de 4 milhões de turistas por ano e movimenta o turismo o ano todo.

Nós chegamos em Gramado no dia 22 de março e foi coincidência irmos para lá duas semanas antes da Páscoa. Quando planejamos a viagem e reservamos o hotel, não nos demos conta de que a Páscoa viria em seguida. Havia bastante gente pelas ruas, muitos carros e a movimentação era grande. Porém nada disso nos atrapalhou. Conseguimos fazer tudo numa boa, até mesmo estacionar no centro.

O clima estava maravilhoso, típico de Outono, minha estação preferida da vida. De manhã o sol nascia cedo, ainda com aquela brisa mais gelada. Perto do meio dia e durante a tarde a temperatura esquentava um pouco e então, lá no final do dia, voltava a esfriar. Fato curioso: uma semana antes da viagem o aplicativo da previsão do tempo apontava chuva para todos os dias que estaríamos lá. E isso aconteceu apenas no final da quinta-feira, dia em que fomos embora. #previsãodotempofail

Roteiro Gramado & Canela

Não tem como visitar Gramado sem visitar Canela, e vice versa. Elas ficam a apenas 7km de distância uma da outra e são ambas encantadoras. Tem muitos posts bacanas em blogs de viagem que sugerem roteiros para que você visite as cidades de forma mais funcional e organizada. Nós acabamos não seguindo um roteiro propriamente dito por dois motivos: porque gostamos de acordar e então decidir para onde ir, conforme nosso humor e nossa vontade para aquele dia; porque com crianças pequenas as coisas mudam um pouco de figura (crianças se cansam, se entediam, podem ter sono ou fome a qualquer momento, etc) e por mais que você tenha um roteiro bonitinho no papel, na prática não consegue executar tudo que planejou.

Sendo assim, demos uma boa pesquisada sobre os pontos turísticos e passeios mais bacanas a serem feitos, tanto em Gramado quanto em Canela. Selecionamos aqueles que mais nos interessavam (quase todos, haha) e colocamos numa ordem de importância, digamos assim. Como a viagem foi feita pensando mais nas crianças – Mel e Leo – demos prioridade para os passeios mais atrativos para eles, maaaas, sem esquecer que somos gente também, né? (e gente que ama café, vinho, chocolate, comida, arquitetura, carros…). Mas, mesmo assim vários locais que a gente gostaria de ter ido ficaram para uma próxima viagem (snif, snif).

A maioria das pessoas traça um roteiro de 3 a 4 dias para conhecer Gramado e Canela. Nós chegamos no domingo, às 15h30. Nesse dia apenas fizemos o check in e exploramos o hotel. Então, tivemos três dias inteiros – segunda, terça e quarta – e mais a manhã da quinta-feira, dia em que fomos embora. Se eu achei que foi suficiente? Nãoooo, queria ter ficado mais um dia inteiro, pelo menos (na verdade eu queria morar lá, hahaha). Brincadeiras a parte, acho que: três dias é corrido mas com um roteiro bem feitinho dá para conhecer muita coisa; quatro dias dá para conhecer mais lugares e com mais calma e cinco dias seria o ideal, para mim, para a nossa família e o nosso ritmo. Mas nada impede que você passe mais ou menos tempo por lá, claro.

Além de comer bem, comprar chocolate, cristais e vinhos, tem muita coisa legal para fazer e ver em Gramado e Canela. O nosso “roteiro”, foi mais ou menos assim:

Dia 1: Chegamos às 16h, fizemos check in no hotel (que vocês vão conhecer no próximo post), descansamos e exploramos por lá mesmo.

Dia 2: Mini Mundo e Aldeia do Papai Noel (estávamos mais lentos nesse dia, tudo se enrolou e não fizemos quase nada)

Dia 3: Museu do Automóvel, Super Carros, Museu de Cera Dreamland, Harley Moto Show, Vale dos Dinossauros, Centro (Rua Coberta, Praça Major Nicoletti e Avenida Borges de Medeiros) (esse dia rendeu!)

Dia 4: Snowland, Lago Negro e Avenida das Hortênsias.

Dia 5: Terra Mágica Florybal, Le Jardin e Cristais Gramado.

Faltaram vários lugares que a gente gostaria de ter ido e isso eu conto para vocês ao longo dos outros posts.

Separei alguns links de roteiros para vocês darem uma olhada: aquiaqui, aqui e aqui. E tem muitos outros.

Estas são algumas das fotos que eu fiz da cidade. E até o próximo post desse diário de viagem :)

DSC_0155

DSC_0154

DSC_0097

DSC_0100

DSC_0145

DSC_0151

DSC_0160

DSC_0140

DSC_0162

DSC_0161

DSC_0137

DSC_0510

DSC_0512

Fotos do último dia: com neblina, chuviscos e friozinho.

DSC_0848_2

DSC_0855_2

DSC_0858_2

DSC_0876_2

 

IMG_6684

comentários via facebook

26 comments

  1. Michelle, uma pequena correção sobre a estrada.
    Quando cruzam de SC para o RS a estrada se chama de fato BR 101.
    A Free Way é a BR 290.
    Beijo e muito legais suas dicas!

    1. Oi Fabiana! Eu peguei essa informação do próprio site, que dizia “através da Free-Way (BR-101), no município de Gravataí, pega a RS-020….” mas me lembro de no GPS aparecer BR-290 a partir de certo ponto.

      Bjo

  2. Que ótimo esse passeio em família. Estou apaixonada por Gramado, simplesmente linda e aconchegante. Dá vontade de pegar o primeiro vôo e partir sem previsão de voltar.
    Lindas fotos! Parabéns!
    Beijo

  3. Minha linda, não acredito que entrei hoje no seu blog e me deparei com este post sensacional! Estou justamente começando a coletar informações para minha viagem à Gramado/ Canela em Junho – quando nosso pequeno completará 3 aninhos! Obrigada pela surpresa! Bjs!

  4. Eu estava lá no dia 22 de março!!! Passamos a tarde em Gramado e no fim da tarde fomos até a estrada Gramado/Canela tomar um chocolate quente e fazer aquisições para a Páscoa. Já pensou se tivéssemos nos encontrado?? Eu ia dar uma de tiete!!! Beijos!

  5. Adoro suas postagens, sempre passo so para ver o quanto de coisa legal voce publica.
    Mas gostaria de saber sobre suas compras em Gramado, pois estou indo para la.

    Abs

  6. Michelle, sou de Santa Catarina.. ja fui a Gramado/ CAnela duas vezes, uma meu filho tinha dois anos… foi amor a primeira vista… Era Natal Luz … Tudo encanta.. a cidade, as pessoas, a educação deles …Ano Passado voltamos em outubro… fora da temporada aproveitamos mais tudo… e meu filho com 6 anos também…. Especialmente a Vila dos Dinossauros em Canela, valeu cada centavo gasto… ver nos olhinhos dele a mágia dos brinquedos… é a melhor parte da viagem!!!! Parabéns pelas postagens… abçs

  7. Olá, Michele!
    Estou planejando nossa viagem para gramado. Já tínhamos ido a Gramado/Canela antes dos filhos. E lendo seus posts que percebi que este destino seria ótimo para levar as crianças.
    Tenho uma dúvida sobre SnowLand. Minha filha mais nova terá 2 anos. Vale a pena visitar? Tem atividades para eles?
    Obrigada e parabéns pelo blog!

    1. Olá Viviane, tudo bem? Quando nós fomos Leo tinha 1 ano e 4 meses e não pode fazer nada senão brincar no parque e na área infantil, sabe? Não me lembro bem mas acho que crianças abaixo de 3 ou 4 anos não podem entrar na montanha, ou seja, não podem brincar na nevem esquiar, etc. Dá uma olhadinha no site deles, lá explica tudo.

      Eu tive que ficar com o Leo enquanto meu marido brincava na neve com a Mel. Ela amou tudo! Ainda quero fazer o post sobre o Snowland.

      Bjo

  8. Oi Michele, estamos indo passar uns dias em Gramado em Julho, então para continuar sua série de posts… e aproveitar esse friozonho aqui de Curitiba, que tal quer fazer um post sobre “Comer bem, comprar chocolate, cristais e vinhos” (como você mesmo escreveu)? Bjuu

    1. Oi Fabiana, tudo bem?

      Parei com a série de posts de Gramado porque iríamos para lá de novo em julho também, mas não iremos mais :(

      Acho que nós exploramos pouco essa parte gastronômica de Gramado, sabe? Eu pretendia fazer isso nessa segunda viagem. A minha dica é que você veja no Tripadvisor os restaurantes com as melhores pontuações e leia os comentários dos visitantes. Tem muitos restaurantes de fondue então é bacana ler as recomendações antes de escolher. Já as churrascarias, eu indico muito a Fogo de Chão, que foi indicação de uma leitora do blog, inclusive. Maravilhosa!

      Quanto aos chocolates, eu recomendo que você compre um de cada marca, para provar mesmo. E os que mais gostar, aí sim comprar em quantidade para levar para casa. Nós provamos o Planalto, Lugano, Florybal, Caracol e Chocolateria Gramado. Desses, os que mais gostamos foram os da Chocolateria Gramado (http://www.chocolatariagramado.com.br/).

      Os queijos e vinhos e sucos de uva delícia que comprei foi na Budegas Queijos e Vinhos, na Av Borges de Medeiros. Mas tem as vinícolas também, que não conseguimos visitar.

      Enfim, espero ter ajudado um pouco :)

      Bjo e boa viagem para vocês!

      1. Oi Michele!

        Que pena que não vão mais… :(

        Mas de qualquer forma aguardo seu retorno aos post…. pois adoro seus comentários e pelo que vi lah tem muita coisa legal!

        A dica dos chocolate e dos queijos e vinhos vai ser de grande valia!!! hehehe
        Decidimos não ir na vinícola, pois tenho um Léo de 3 anos e acho que não vai ser legal para ele… então vamos explorar outros lugares!

        Mmmuuuiiittooo obrigada pelas dicas. Com certeza ajudou! :)

        Bju

comentar resposta para Michelle Amorim Cancelar