Categories: Comportamento e Educação/ Crianças/ Publieditoriais

Conhecendo o LIV – Laboratório Inteligência de Vida

LIV – Laboratório Inteligência de Vida é um grande laboratório, mas um pouco diferente dos que costumamos ver por aí. Aqui, não há tubos de ensaio, nem microscópios de última geração. Nossos experimentos são outros. Nós experimentamos a vida e o que há de mais belo nela: os sentimentos e os relacionamentos.

 

No início do mês de junho eu tive a oportunidade de conhecer o LIV de pertinho. Foram dois dias totalmente imersa no conceito desse que, para mim, não é somente um projeto “escolar” mas sim um projeto de vida, um projeto que muda vidas. Fiquei extremamente feliz e lisonjeada com o convite para ir até o Rio de Janeiro e participar do Congresso de Educação Socioemocional 2019, onde pudemos assistir e ouvir os mais diversos e renomados profissionais da área de educação no Brasil e no mundo, já que o LIV também investe em trazer grandes nomes de fora do país.

Mas, para que a gente comece — de forma redundante — pelo começo, vamos entender:

O que é o Laboratório de Inteligência de Vida?

O LIV trabalha com competências Sociais e Emocionais, que se desdobram em atitudes, valores e comportamentos que podem ser aprendidos e experimentados na relação com o outro e com o espaço, seja na escola ou na família. O aluno passa a desenvolver o pensamento crítico e a entender que com a ajuda do outro é possível chegar mais longe, além de compreender que errar faz parte desse processo.

Os benefícios de uma educação socioemocional

  • auxilia na superação de desafios
  • promove o trabalho em equipe
  • previne o bullying
  • reduz ansiedade e depressão
  • melhora o desempenho acadêmico
  • diminui índices de violência
  • estimula escolha responsáveis e saudáveis
  • encoraja o convívio com as diferenças

A Metodologia LIV

O LIV funciona como uma matéria dentro da grade curricular — sabe português, matemática, geografia? então, nas escolas parceiras os alunos tem educação socioemocional, o LIV. O programa acontece uma vez por semana e pelo que pudemos perceber com os depoimentos no telão de crianças e adolescentes durante o congresso, é a aula preferida deles.

Os materiais provocam a reflexão, o debate, a escuta, a investigação e o questionamento, não existindo respostas e sentimentos “certos” ou “errados”. Há um planejamento pedagógico estruturado que tem como preocupação sempre dialogar com a linguagem e os interesses dos alunos, com um currículo desenvolvido pensando exatamente nas particularidades e demandas de cada faixa etária.

Educação Infantil

As crianças aprendem a nomear e reconhecer suas emoções, começando pelas mais básicas que seriam o medo, a alegria, a tristeza, a raiva e o amor. Todos esses sentimentos e emoções vão sendo apresentados de forma lúdica por meio da criação de um universo novo cheio de personagens, histórias, fantoches e músicas exclusivas.

Ensino Fundamental – Anos Iniciais

Nos anos iniciais, com alunos maiores que já sabem reconhecer e nomear sentimentos e emoções básicas, o programa aumenta sua complexidade e aborda o reconhecimento de sentimentos mais complexos, como arrependimento, ciúme, frustração e animação. Os alunos são estimulados a conhecerem e se relacionarem com o outro, usando a empatia e o autoconhecimento como principais aliados.

Ensino Fundamental – Anos Finais

O currículo para essa faixa etária é pautado por 6 importantes habilidades: pensamento crítico, perseverança, proatividade, colaboração, comunicação e criatividade. Existe todo um cuidado para que as temáticas e as ferramentas usadas estejam sempre de acordo com a linguagem dos alunos, a fim de engajá-los e mantê-los genuinamente interessados pela matéria. As aulas se dividem em jogos, projetos e séries audiovisuais super bacanas e corretamente planejadas, que acertam em cheio no gosto e nas preferências dos adolescentes.

Ensino Médio

Escolhas e Protagonismo — estas são as premissas no currículo para engajar os alunos do ensino médio. Nessa idade os adolescentes são convidados pela sociedade  a tomar muitas decisões acerca de sua própria vida e de seu futuro. O LIV tem o objetivo de guiar esse jovem no processo de tomada de decisões e na vivência de novas experiências. O currículo “Escolhas”, por exemplo, traz a maravilhosa Jout Jout em vídeos exclusivos em que ela apresenta debates sobre escolhas pessoais e outros temas igualmente importantes nesta faixa etária. Já no âmbito das escolhas profissionais, o LIV traz nomes como Bernardinho, Amyr Klink, Wellington Trindade, entre outros.

Suporte LIV

Para que a implementação do programa ocorra da maneira mais orgânica possível, o LIV disponibiliza diversas ferramentas para famílias e escolas parceiras, como a capacitação de professores e coordenadores, assessoria individual ao longo do ano, equipe de psicólogos altamente capacitados, central de relacionamento, ações de marketing e o portal LIV, uma plataforma digital exclusiva com acesso a todo material, vídeos e treinamentos.

LIV+ (nova categoria de serviços e produtos)

Em busca de aprimorar e fortalecer o pilar socioemocional nas escolas, o LIV lança o LIV+, onde trabalha com três grandes frentes: parceria com o ACT – American College Testing, que é uma organização não-governamental com mais de 60 anos de experiência com educação, LIV para professores e LIV para famílias (o que eu achei sensacional, já que essa comunicação e parceria escola & família é fundamental para o aluno).

Conhecer de pertinho todo o projeto, o criador e idealizador tão jovem e tão visionário, Caio Lo Bianco, ver e ouvir profissionais renomados como Christian Dunker Dunker, Rosely Sayão, Lucia Rabelo, Gina Vieira, Lourdes Atiê e o grande filósofo Edgar Morin, foi um marco na minha vida de mãe, de criadora de conteúdo, de ser humano.

A educação socioemocional nunca me pareceu tão imprescindível como nos dias atuais — o autoconhecimento, a empatia, o convívio com as diferenças, tudo isso precisa ser trabalhado não só por nós mães e pais, mas também nas escolas.

Ao me convidar para essa experiência incrível, o LIV recrutou mais uma admiradora do grande trabalho que tem feito juntamente com as escolas que acreditaram nesse projeto. Daqui, eu fico torcendo para que cada vez mais e mais escolas, professores e alunos possam ser beneficiados por essas vivências e aprendizados tão preciosos.

Para saber mais, acesse:

www.inteligenciadevida.com.br

comentários via facebook

deixe seu comentário!