Categories: Comportamento e Educação/ Crianças

Brincadeiras que estimulam a criatividade

postprincipal6

Com a chegada das férias escolares, surge uma grande necessidade: entreter os pequenos, seja dentro ou fora de casa. Então, hoje, vamos falar de brincadeiras :)

Nos primeiros seis anos de vida de uma criança irão ocorrer a maior parte de suas transformações cerebrais. Por esse motivo se torna tão importante que ela receba os estímulos necessários para que mais tarde possa se tornar um adulto criativo, inteligente e confiante.

Brincar é uma das melhores formas de aprender e de se desenvolver ao mesmo tempo. As brincadeiras lúdicas e divertidas, aquelas que estimulam a imaginação, auxiliam em todo o desenvolvimento da criança, especialmente da linguagem.

Hoje em dia, além das crianças terem cada vez mais cedo contato com as telas de celulares e tablets, são inúmeras as ofertas de brinquedos eletrônicos, os “que brincam sozinhos”. Isso acaba tornando os pequenos muito passivos, o contrário do que se espera de uma criança.

Durante as brincadeiras mais lúdicas e educativas, trabalha-se a expressão corporal e verbal, o aprimoramento do vocabulário e o desenvolvimento motor da criança. Por isso, vamos falar de algumas brincadeiras simples que estimulam a criatividade, a imaginação e ainda são pra lá de divertidas!

Brincadeiras de ontem, de hoje e de sempre: Pular amarelinha, pular corda, cantigas de roda, esconde-esconde e pega-pega. Que criança não ama essas brincadeiras? O raciocínio é estimulado além de exercitar o corpo todo. As brincadeiras em grupo são ótimas para o aprendizado das crianças menores de 5 anos e ainda trabalham sentimentos como amizade, compreensão, paciência e generosidade.

Brincadeiras de “faz de conta”: As crianças adoram brincar de faz de conta, seja representando algum conto conhecido ou criando elas mesmas suas histórias. Se incluirmos fantasias, então, a brincadeira fica melhor ainda.

Brincadeiras com uso de tinta: Dá para usar as mãos, os pés ou pincéis. Uma das coisas que os pequenos mais gostam é de ver seus pés e mãos carimbados no papel. Cores, texturas, temperaturas e tato: tudo junto numa mesma atividade.

Brincadeiras de culinária: Pode ser desde fazer um bolo até ajudar a lavar os legumes e verduras na hora do almoço, por exemplo. Os pequenos exploram a cozinha, aprendem sobre quantidades e ingredientes e ainda passam um tempo bacana ao lado dos pais.

Brincadeiras para os maiorzinhos: Mímica, jogos de tabuleiro, jogos de adivinhação, da memória e simbólicos com letras e números, são ótimas opções. Ajudam na resolução de problemas e a superar desafios. Melhor ainda se essas atividades forem feitas ao ar livre.

* esse post foi escrito por mim especialmente para o Blog com Carinho e agora está sendo publicado aqui também.

comentários via facebook

deixe seu comentário!