11 abr 2016

2 anos e pouco: a fase da autonomia, da independência e do não, obrigado.

imagem do post

É engraçado que existem assuntos que sempre reaparecem por aqui, não é? Acho que talvez seja porque enquanto eu escrevo, eu reafirmo e reaprendo as coisas também. E um dos assuntos em voga ultimamente aqui na minha cabeça, é esse, dos “terrible twos”. Sim, eu fui descaradamente ludibriada pela vida ao pensar que os “fantásticos terríveis dois anos” do Leo já haviam atingido o seu ápice – como relatei neste post há […]