Categories: Crianças/ Desenvolvimento

20 meses de Leo

Leo_19 meses-2

E aí que amanhã meu bebê completa vinte meses. Vinte. São quatro meses apenas que o separam dos 2 anos de idade e de – oficialmente – se tornar uma criança. Como essa coisa chamada tempo passa voando, né? :’)

Leo está na melhor e na pior fase em vários aspectos, sabem? Aquela fase mais linda de todas (a gente sempre acha isso, em cada uma delas, eu sei) de aprender a falar, das carinhas e reações mais engraçadas, de nos imitar, de descobrir o mundo. E aquela fase de “me bota no chão que eu quero começar a correr e não vou parar nunca mais” quando a gente sai de casa. E quando a gente o pega no colo ou tem que ir embora de algum lugar – especialmente os lugares divertidos – parece que o mundo vai acabar…

Vamos ver se consigo me lembrar dos principais fatos para citar aqui hoje:

– na última consulta médica, Leo estava pesando 12.700g e e medindo 88,5cm.

– finalmente os caninos superiores saíram e passou um pouco daquele incômodo que eles estavam causando. agora são oito dentes em cima e seis em baixo (da última vez que chequei).

– falando em dentes, continua sendo difícil escová-los, mas ele começou a entender melhor o que está acontecendo e tem me deixado escovar numa boa por tipo… dez segundos, rs.

– se desenvolveu muito nos últimos dois meses, tanto em coordenação e motricidade, quanto no emocional.

– fala bastante e a cada dia entendemos mais coisas que ele diz. as palavras bem compreensíveis mesmo, são: mamãe, mamá, dadai (papai), não, sim, vovô, fofó (vovó), amel (Mel), Boo, esse, aqui, igado (obrigado), tau (tchau), gá (dá), agá (água), titi (naninha), deita (deitar), chulé, xixi, cocô, gol (bola), bubu (carrinho), alô, caca (sujeira), banana, au au (cachorro), eca!, croc croc (crocs), nardo (de Leonardo, own) e outras.

– entende bem o que a gente fala. pega as coisas quando pedimos, procura coisas que ele perdeu, mostra aquilo que quer que a gente veja.

– todas as vezes que ele derrama ou derruba algo, ele diz (imitando a gente): “ah, Leo!”

– aprendeu a contar – do jeitinho dele, claro – de 1 a 10. quando vê uma estampa que se repete, de bolinhas, por exemplo, ele aponta uma a uma e vai dizendo “um, doi, trêi, cato, cico, sei, sete, oito, nove, dez” :)

– quatro coisas que ele ama comer: manga, pão francês, ovos mexidos (come só de vez em quando) e carne.

– ama música e dança assim que ouve alguma. quando está sentado e não pode literalmente dançar, ele balança a cabeça, na maior curtição.

– brinca o dia todo com a irmã. de pega pega, de corrida de carrinho, de gatinhos filhotes que engatinham pela casa atrás da gata mãe (hehe), de construir torres de potes plásticos, de pintar com giz de cera, de bola, enfim. coisa linda de se ver.

– é uma criança muito ativa e que gosta de um desafio. tem algo mais alto que ele? bora subir então. e assim a gente passa os dias tirando ele de cima das cadeiras, da mesa, do sofá, de tudo.

– adora sair de casa. por ele, viveríamos na rua, eu acho.

– sempre que chegamos num lugar novo, especialmente ao ar livre ou um lugar para crianças brincarem, ele fica alucinado de tanta felicidade.

– quando fica surpreso ou muito feliz com algo diz “uau!”

– quando alguém quer pega-lo no colo e ele não quer, empurra as mãos da pessoa e diz um sonoro “nãooo!” com direito a beicinho e tudo.

– antes ele ia no colo de qualquer pessoa, numa boa. agora ele vira o rosto e diz não, num primeiro momento. depois, se a pessoa o conquistar ou for alguém que ele já conhece, ele vai.

– tem um certo trauma de qualquer lugar que pareça com um consultório médico ou laboratório, hospital, qualquer coisa assim. quando chegamos no pediatra, que é uma pessoa que ele já está acostumado, começa a chorar antes mesmo de subirmos. acho que foram tantos médicos, exames e pega daqui, segura dali, nesse pouco tempo que ele tem de vida, que ele ficou com medo já. coitadinho.

– saíram os resultados dos exames de sangue que fizemos há pouco e que foram pedidos pela imunologista que passou a nos atender. além de confirmar o que a gente já sabia (que ele é uma criança muito alérgica) descobrimos outras coisas:

1) a alergia ao leite de vaca diminuiu e foi de moderada para leve, o que é ótimo!

2) deu alergia leve à clara de ovo

3) alergia moderada a pelo de gato

4) alergia muito forte para pó de casa e ácaros

5) hemograma normal e imunidade também

– de posse desses resultados, estamos vendo agora por quais caminhos seguir. a maioria das pessoas com quem converso me diz para ter paciência, que essa fase de adoecimentos constantes vai passar. é isso que a gente espera, porque tem sido muito difícil vê-lo doente a todo momento, além de deixar a gente cansado e de certa forma, desanimado. mas vai passar.

– parou de puxar os cabelos da irmã. espero que ele não se lembre mais como se faz, haha.

– gosta de dormir de bruços e se descobre à noite. por isso, agora que está bem frio, sempre coloco pijamas bem quentinhos nele (de soft e até pijama tipo saco de dormir).

– até um tempo atrás precisava ser embalado e ninado para adormecer, mas de uns meses para cá a gente sobe para o quarto dele, encosta a porta, ele só deita a cabeça no meu peito por uns segundinhos e já se joga para o lado, dando a entender que quer deitar no berço. cubro, dou beijinho, faço uma oração e saio do quarto. às vezes ele dorme rapidinho, em outras fica se rolando e ninando a si mesmo por um tempo e daí adormece. e em outras ele joga tudo de dentro do berço no chão (travesseiro, naninha, chupeta, almofada…) uma, duas vezes… arrumamos tudo, fazemos todo aquele ritual lá de cima outra vez e então ele dorme.

– continua gostando de tirar os calçados e as meias do pé. eu amo aquele chulezinho gostoso que os bebês têm e sempre cheirava os pezinhos dele e dizia “hummmmm, que chulé gostoso!“, até que ele começou a fazer isso também. agora ele mesmo cheira os pezinhos e diz “humm, sscschchulé”.

– as bolas ainda estão na lista dos brinquedos preferidos do pequeno, mas agora elas dividem espaço com os carrinhos e com aquele brinquedo de madeira com pecinhas que de movem, chamado montanha russa, sabem? (essa aqui).

– ainda faz a mesma coisa quando vai aprontar algo que não deve: vai, volta, se certifica que a gente está vendo o que ele vai fazer e então parte para o ataque.

– quando preciso lavar uma louça ou terminar de preparar o almoço, por exemplo, e ele quer colo ou que eu brinque com ele, o jeito é abrir uma porta de armário ou um gavetão onde ficam potes e coisas de plástico e deixar que ele faça a festa. vira uma bagunça, mas consigo uns minutinhos para terminar o que precisa ser feito com ele do meu lado.

– foi a sua primeira festa junina, comeu um pouquinho de pinhão, de pipoca e até dançou todo cheio de charme.

– eu amo tudo no meu filhote, mas uma coisa em especial me chama a atenção: o olhar vivo e curioso que ele tem. um olhar cheio de vida, de vontade, de ânsia por experimentar o novo, sabe? e espero que ele conserve isso pela sua vida inteira.

comentários via facebook

10 comments

  1. Nossa Michelle, o Léo é uma graça, que criança mais cheia de luz e abençoada, aliás, a Mel também, uma princesinha! Conheci seu blog a pouco tempo, e estou encantada. Quantas experiencias lindas, seu blog é uma aprendizagem continua pra mim.

    Tenho 18 anos, e embora não pense em filhos agora, sou uma completamente apaixonada pela maternidade, e acho incrível conhecer mães assim, como você, que compartilham desse amor, e sentimento único, com o mundo. Obrigada por dividir comigo, e com outras pessoas, sua vida materna. Ah, e parabéns por essas bençãos de filhos!

    Beijos, fiquem com Deus!

  2. Michele, leio seu blog desde o meu tempo de tentante, final de 2012. Entro TODOS os dias, adoro a forma como escreve!! Meu filho tem quase a idade do Léo, um pouquinho mais velho, nasceu 02/11/13, e também é muito alérgico infelizmente!!
    Moro no interior de SP e já fui até em Curitiba leva-lo em médicos, uma gastro e uma alergista, assim como o Léo, sua alegrei não é mediada por IGe, e foi por isso, que depois de tantos anos te acompanhando em silencio, resolvi hj me manifestar… Estou desesperada, não sei mais oq causa dor em meu filho, e todos os médicos dizem que pra esse tipo de alergia (celular) não tem exame!!
    Você poderia me dizer quais os exames que você fez no Léo? Nome do médico?
    Pode ser por e-mail, se vc assim preferir!! Desculpe o longo texto, e melhiras pro seu filhote, vc não está só! Entendo seu desespero e até mesmo essa “tristeza” por ve-lo assim, bjos e muito obrigada, que Deus abençoe vc e sua família!

    1. Oi Fran! A alergia ao leite de vaca não apareceu no primeiro exame, mas nesse último sim. Leo tem a IgE total aumentada (sinal de alergia) e é alérgico ao leite, clara de ovo e pó.

      Dessa vez ele fez vários exames de IgE (total, subclasses, específicas) e a médica que pediu é uma pediatra imunologista chamada Marilene Moura Nelsen (41) 3262-0596

      Bjo e boa sorte para vocês

      1. Obrigda Mi, eu fiz esses exames qdo ele fez 1 aninho e agora novamente, total e frações!! Levei ele na Elizabeth Mourão, aí em Curitiba, e na Dra Denise, agora vou fazer endoscopia em Londrina, pois ele está com uma alimentação super restrita e ainda sente dor Meu coração está apertado, mas não tem jeito!!
        Assim como o Léo, ele está traumatizado tadinho!! Mas se Deus quiser vai passar!! Obrigada novamente e bjos na Mel e no Léo!!

  3. Que lindo, Michelle!
    Além da foto linda, sua descrição é tão viva e cheia de detalhes e amor! É como se estivéssemos lá, observando tudo!
    Me apaixonei!
    Comecei meu blog de tentante recentemente e já estou te seguindo ;)
    Beijos!

  4. que fofo menina cada dia mais lindinho né…minha Beatriz e da idade do Leo ela tem 19 meses e sim como passou voando (onde aperta o pausar?) bom adoro esses post sao meus preferidos pq o desesnvolvimento é um máximo…..tem mtas coisas parecidas e outras particulares de cada um ne…mas parabens pelo bb…ahh eu tbm tenho rinite a pó caseiro e ácaros (ou seja a qqr coisa ne) um saco…..mas nunca foi extremamente forte e foi depois de adulta tbm….bom enfim melhoras ao garotao e ele é MARAVILHOSO que lindo esse bebe ( por pouco tempo bebe)…bjinhoss

  5. Michele,
    a muito tempo acompanho o seu blog, pois tenho um pequeno de 3 anos e me identifico muito com vc. Sei como é dificil essa vida de filho alergico (IGe total de 1258), o meu não tem alergia ao leite, mas sim a pó, ácaro e fungos. Foram muitas noites de vomitos e choro até descobrir o que estava errado. Hoje ele faz tratamento com alergista e a melhor dica que ela me deu (que era o que eu queria te contar hehe) é a capa para colchão e travesseiro. Ele começou o tratamento pra renite a quase um ano, tivemos uma melhora, mas somente quando compramos essas capas é que resolveu de vez, a capa fez uma diferença de uns 80% nas crises dele, por isso pensei em comentar com vc pois vi que o teste dele deu alto pra acaro e o lugar que eles mais gostam de viver é na cama. Eu comprei na Allergocenter aqui em Curitiba. Não sei se vc já comprou mas espero poder te ajudar nem que seja um pouco.
    Beijos e que Deus abençõe ricamente a sua famillia linda.

  6. Michele,
    Acho seu blog fantástico, identifico-me com suas ideias, doidices em busca da perfeição, jeito de cuidar dos bebes e outros sentimentos que vez ou outra você expressa de maneira muito viva, real e sem filtros. As vezes fico um tempão procurando posts específicos e quando os encontro, percebo que temos (nós mamães) muitas coisas em comum, especialmente o de querer fazer o filho(a) feliz, mesmo que isso importe em uma renúncia. QUe renúncia deliciosa não é?! Então gostaria apenas de agradecer por partilhar um pouco da sua vida e suas experiencias conosco e desejar-lhe sempre muita sorte! Continue sempre assim. Beijos. Cris

comentar resposta para Cristina Cancelar