Categories: Crianças/ Desenvolvimento

14 meses de Leo

14 meses Leo - blog vidamaterna

Cada vez que sento aqui (ou ali!) para escrever os posts sobre o desenvolvimento do Leo, tenho a impressão de que o último mês passou rápido demais. E esse foi o campeão, com certeza.

Então, bora continuar registrando as peraltices e marcos da vida desse carinha fofo chamado Leonardo :)

– está pesando 11.370g e medindo 82,5cm. o pediatra me explicou que depois do primeiro ano de vida, o esperado é que a criança ganhe até 2 kg por ano, por isso o ganho de peso acontece de forma mais lenta, gradualmente, e não mais como antes (tipo, ganhar 1kg por mês).

– muita gente me pergunta o que eu dou para ele comer ou o que eu faço para ele ser grandão assim, e, olha, eu não faço nada que as outras mães não façam: ofereço uma alimentação normal e o mais saudável possível. e com ele não rola nem esses suplementos (que têm muito açúcar pro meu gosto) porque Leo tem APLV, né? o que acontece é que ele é bom de garfo e só não come pedra porque não consegue mastigá-la, provavelmente. é uma luta diária para: evitar que ele coma as cacas que encontrar pelo chão e para driblar as comidas que ele não pode comer por conta da alergia à proteína do leite. vou escrever um post falando sobre como anda a APLV dele e sobre a alimentação depois dos doze meses, pode deixar.

– ganhou um apelido carinhoso de Conan, porque ele é muito forte. quem acompanha a gente no Instagram (@vidamaterna) viu o vídeo dele desgrudando um cachorro de velcro que ele ama e fazendo toda a força que aquelas mãozinhas e bracinhos são capazes. realmente, o Conan dos bebês :)

– está com cinco dentes em cima (dois deles lá de trás e com a gengiva bastante inchada) e quatro embaixo. muito chororô, muita paciência e muito colo quando estão nascendo os dentinhos por aqui.

– as frutas preferidas são manga e melão, seguidos por banana, mamão e pêssego.

– é alucinado por tapioca e ovo mexido (que oferecemos com parcimônia, claro).

– depois que passou a andar e correr por aí, foi demonstrando cada vez mais a frustração das limitações que ele tem: as que impomos por questões de segurança e as que ele tem pelo tamanho mesmo. se fechamos uma porta de um cômodo que ele não possa entrar, ele senta e chora. se não deixamos que ele vá na área de serviço comer a ração da Boo (!!!), ele senta e chora. se não deixamos que ele derrame pela segunda vez o macarrão de dentro do pacote, ele senta e chora. e por aí vai. pensa que é mole essa vida de bebê?

– ainda acho que ele se desequilibra com facilidade quando está andando, mas acredito que seja apenas uma questão de tempo para que ele aprenda a controlar isso. o engraçado é que quando ele corre, não cai.

– tem perseguido a Boo pela casa e uma das metas da vida dele é puxar o rabo dela. valhamedeus.

– tem me deixado MA-LU-CA subindo ou tentando subir no rack da sala para se pendurar na tv (que é muito bem presa na parede, mas né…). já contei esses dias e tirei ele de lá oito vezes em dez minutos. por isso e a fim de preservar o pouco de sanidade que me resta, Alexandre correu numa madeireira e fez uma espécie de caixa, um pé mais alto, digamos assim, para elevar o móvel e impedir que o Leo suba. ficou feio, ficou uó, mas respiro aliviada desde ontem. obrigada. (a ideia é fazer um painel para esconder os fios, embutir a tv, com um móvel bacana para aquele espaço, mas isso deve rolar só mais para frente).

– tem um instinto muito mais arteiro do que a irmã. a maioria das pessoas diz que “é porque ele é menino”, mas não gosto muito desse pensamento. prefiro pensar que é porque ele é assim, faz parte da personalidade dele. mas enfim, ele apronta o tempo todo. nos lugares mais improváveis e até quando não há o que aprontar, porque ele inventa.

– esse mês ficou doentinho de novo e no dia de ano novo estávamos no pronto atendimento para confirmar o que para mim sempre é óbvio: rinusinusite, de novo. e sim, tenho tentado de tudo para controlar a rinite dele: alopatia, homeopatia, limpeza constante da casa e da Boo (!), reza brava e dança da chuva até (contei tudo aqui). vamos levá-lo num otorrino no próximo mês e trocar a homeopatia para ver se melhora (Mel melhorou demais com homeopatia, lembram?

– não se assustou com os fogos de ano novo e dormiu mesmo na hora do alvoroço maior à meia noite.

– foi para a praia pela primeira vez e, assim como a irmã, amou a areia e o mar. já a piscina ele estranhou um pouco e não quis ficar. terá um post sobre essa viagem nas próximas semanas.

– gosta muito de música e tem o instinto de agitar os braços e bater palminhas assim que ouve qualquer uma. é muito amor nesse coração de mãe e amante de música.

– sua primeira palavra oficial e clara foi: banana. tinha que ser comida, claro! no mais, ele balbucia muita coisa e algumas conseguimos entender bem: mamã, mamá, dadai, banana, aboo, dá ou dádá.

– quando não quer mais comer ou qualquer outra coisa, faz que não com a cabeça. e às vezes nem estamos falando com ele e ele diz que não.

– anda um grude comigo, outra vez. essa fase de ansiedade de ficar longe de mim vai e volta. passou um tempo mais sossegado e agora voltou a ficar choramingando e querendo colo a todo o instante.

– está numa fase de adorar jogar as coisas no chão, para ver o que acontece. joga, pega, joga, pega outra vez. e se diverte. (eu é que não me divirto tanto abaixando o dia todo pra catar tudo).

– a cada dia se diverte e gosta mais de brincar com a Mel.

– quando ela está tirando uma soneca no sofá, ele vai lá e tenta abrir os olhos dela, coitada.

– continua tirando apenas uma soneca durante o dia, depois do almoço. às vezes ela dura 1 hora, às vezes 1 hora e meia e, com sorte, 2. hoje por exemplo, o coloquei no berço às 13h30 e são 15h. vixe, deixa eu terminar esse post correndo! haha

– é apaixonado pelo pai e o chama de dadai. não pode ouvir o barulho da moto, do carro ou do portão que corre na janela para esperar o pai entrar. e quando não é ele, fica frustrado e chora. o mesmo acontece quando Alexandre sai e o deixa aqui dentro. ele fica na janela, desolado.

– começou a me dar umas mordidinhas de leve no ombro e eu amo. são mordidinhas de amor, só minhas.

– continua deitando a cabecinha no nosso ombro quando chega pertinho ou está no colo. e agora é bem nítido que é uma forma de carinho dele e não somente quando está com sono. é muito, muito amor nesse meu coração de mãe parte 2.

– comprei outro livrinho com buraquinhos no meio e ele amou também, assim como o da Lagarta Muito Comilona. o livro chama Vruumm e é de uma série bem legal da Publifolhinha, essa aqui ó.

– temos um pato inflável para ser usado como banheira e fica na sala, junto com os brinquedos. ele entra e fica lá sentadão, tipo num barquinho.

– adora tirar os calçados e tentar por de novo. o crocs ele consegue e fica feliz da vida.

– esses dias lembrei que faz tempo que não o carrego no sling e fiquei com saudade. quero ver se ele vai parar porque agora só quer andar e correr por aí.

– gosta de todos os avós, mas tem paixão pelo meu pai, o vovô Gilmar, que corresponde cada pedacinho desse amor. lembro que quando estávamos em vias de escolher o nome do Leo, meu pai escreveu em letras garrafais no quadro de giz da Mel: LEONARDO.

– ele acordou e isso quer dizer que meu tempo acabou. beijo e até o próximo “Leo mês a mês”. <3

comentários via facebook

10 comments

  1. Aiiii adorei ver o 14•Mes do Principe Leo,ele tem muita coisa em comun com meu gostozo Brayan Lucas,o jeito radical d querer escalar os moveis ,a paixao pelo pai dele,e pelo choro desconsolado quando ele sai e nao pode levar ele,ate mi parti o coracao!Eles chorao por td q n permitimos q elea fasa,sao tao bravilhos…ate achei q so o Brayan era assim Nervosinho,mais esse nervosismos deles e um charmi neh? Mas to passand por dificuldades pra brayan ganhar pesi e comer bem,ele so quer saber d peito,Nao sei mais oq fazer…se tiver mi da uma dica,ja era pra brayan ta comendo super bem afinal ele ja ta cm.15 mesea e so vem perdendo peso mes a mes,a pediatra passou vitamina ?ais td continua na msm=( por favr mi de dicas.

  2. :) Quanta fofura esse Leo!!!
    Sinto tanta saudades desse tempo, e olhe que nem passou tanto tempo assim. Acho que sinto falta mesmo é de não ter nenhum registro em agendas ou caderninhos assim como você faz todo mês.
    E que não parem, pois me trás a memória tantas coisas boas do meu filho.
    E que seus dias sejam cheios de coisas maravilhosas pra contar e vivenciar.
    Beijos

  3. Ai ai ai, não há rótulos para a personalidade de cada bebê, né? Minha gatinha tem quase esses 14m e é tão ou mais arteira e serelepe quanto o Léo. Escala tudo, come tudo, corre às gargalhadas como se estivessem perseguindo ela, é louca por música e a única fruta que não desce é a manga. Bom é poder descobrir o mundo com e através deles.

  4. AHhh que lindo…esses posts sao divertidos ne…entao a minha filha tem 13 meses e meio…ainda nao anda sozinha…mas t amto ensaiando mas fala bastante palavrinhas e entendemos bem heheheeh……e sim ela é sapeca esse negocio de ser menino ou menina tbm nao concordo….porque a minha e agitadinha pra brincar adora explorar poe tudoooooo na boca tbm aiii DEUS nos acuda……mas é uma delicia…sempre falo pro meu marido estou adorando essa fase de descobertas e independência maior dela….acho mto bacan… eu adorava quando era pequetita e ficava so comigo quando eu nao trabalhava estava d elicença e mamava so no peito…mas agora é taumm mais divertido…..ahhh e continua mamando hahahha…..bom é isso amo esses posts para acompanhar desenvolvimento…e SIM COMPARAR (de forma positiva e saldável) com a minha filha……

  5. Estou amando acompanhar o desenvolvimento do Leo… Lembro que quando engravidei uma das opções de nome seria “LEO” (assim mesmo, apenas Leo), mas acabamos escolhendo Mateus (que eu amo por sinal)… quem sabe para um próximo baby não volte atrás na opção :)
    Mateus tem 14 meses e encontro muitas semelhanças com Léo… até as sonecas quando ele era menorzinho… Cristo 40min apenas kkkk (vivi por meses na frustração de não conseguir fazer nada o dia todo, porque quando ele finalmente dormia eu não respirava e não deixava ninguém respirar para não acordá-lo).. a louca do shhhhhh kkkkk…
    Eles são realmente incríveis e transbordam nossos corações de amor :)
    Deus abençoe sempre vocês e obrigada por compartilhar sua jornada como mãe, esposa e profissional…. as vezes sem saber vc alcança o corações de milhares de pessoas, assim como o meu qua ao ler tudo que compartilha tenho uma vontade louca de te chamar para tomar um café kkk quem sabe um dia né… Grande beijo!!!!

deixe seu comentário!